[Notícias][6]

"JUSTIÇA"
"PREFEITÁVEL"
"Religião e Política"
´Polícia
2014
Ação Social
acidente
Advogado(s)
AGENDA DE HENRIQUE ALVES
AGENDA DOS CANDIDATOS
Agricultura
ANIVERSARIANTE DO DIA
Apodí
Aposentados
Aposentados...
Artísta
Artístas
Assalto(s)
Assu
Ator
Atriz
Bancos
Bancos/Financeiras
BELEZAS
BLO
Blogueiro
BRASIL
Brasília
Câmara dos Deputados
Câmara e Senado
CAMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL/SENADO FEDERAL
Câmara Municipal
CAMPANHA
Cantor
Cantora
cantores
Caraúbas
Carnaval
Celebridades
Chuva
Cidades
Ciência
Comunicação
Comunicado
Concurso Público
Congresso
Consumidor
CONVITE
COPA DO MUNDO/2014
Correios
CORRUPÇÃO
COTIDIANO
crime
Cultura
Curiosidades
Cursos
DADOS
Datas Comemorativas
Debate ao Governo
Debate Presidencial
Defesa Civil
DENÚNCIA
DEPUTADA FEDERAL
Deputado
Deputados Estaduais do RN
Dia a dia...
Dicas
Dilma
Drogas
Economia
Econômia
educação
Educadores
Eleições
Eleições 2014
Eleições 2014/RN
Eleições 2016
Eleições Municipais 2016
Eleições Municipais Segundo Turno
Eleições Presidencial
Eleições Suplementares
Emenda Parlamentar
Emprego
ENQUETE
Ensaio
Esporte
Estatísticas
Evento
EVENTOS
EX DEPUTADO
Ex governador
Ex Ministro
Ex Prefeito(a)
Ex presidente
Facebook
Famosos
Felipe Guerra
Feriados
FESTAS
Forró
Futebol
Gerais no RN
Governador
Governador do RN
Governadores
Governo
Governo do RN
Governo Federal
Greve
Henrique Alves
Humor
Humoristas
Impeachment
Incendio
Incêndio
Industria
Internet
Investigação
IPVA
itaú
ITAÚ/RN
Jogadores
Juiz(a)
JUS
Justiça
JUSTIÇA ELEITORAL
Leilão
Leis
LEVANTAMENTO
LEVANTAMENTO...
LGBT
LIGEIRINHAS...
Loteria
Martins
Médico
MENSALÃO
Ministro
Ministros
MMN
Mossoró
MP/RN
MPF
MPF/RN
MULTINÍVEL-MMN
Mundo
Mundo Animal
Natal
Natureza!
Nordeste
Nota de Esclarecimento.
Nota de Repúdio
Palestra
PATU
Pau dos ferros
Pesquisa
PIS/PASEP
Poder
Poder Legislativo Municipal
POL ROD ESTADUAL DO RN
POL TECNICA
POLICIA
polícia
POLICIA AMBIENTAL
POLÍCIA AMBIENTAL
Polícia Civil
Polícia Federal
Polícia Militar
POLICIA MILITAR DO RN
POLÍCIA ROD FEDERAL
POLÍCIAS
POLITICA
política
política do RN
Políticos
Políticos do rn
PREFEITÁVEIS
Prefeito
Prefeito(a)
Prefeitos
Prefeitura
Prefeituras
Presidenta
Presidente
Presidente da República
Presidente da República do Brasil
PRESIDENTE TEMER
Presídio
PRF
Processo Seletivo
Protesto
Protestos
Protestos...
PUBLICIDADES
Redes Sociais
Religião
Revista
Riacho da Cruz
Rodolfo Fernandes
Rosalba Ciarlini
Salário
Saúde
Saúde Pública
Seca
Secretário de Saúde
Secretário(a) de SPRN
Segurança Pública
Segurança Pública RN
Senado Federal
Senador
Senador(a)
Servidores do estado do RN
Servidores Federais
Servidores municipais
Severiano Melo
SOCIAL
STF
Taboleiro Grande
Tecnologia
Televisão
Trabalhador
Tragédia
Umarizal
vereador(a)
VEREADORES
Vestibular
Vice governador
Vice Presidente da República do Brasil
Vice-Prefeito(a)
VÍDEO
Violência

Natal: População sofre com abrigos ineficazes em pontos de ônibus da capital

José Aldenir / Agora imagens
Na capital potiguar, para muitos, a irritação começa desde cedo, principalmente para quem não possui transporte próprioBoni Neto

A vida do trabalhador, por natureza, é diversificada no tocante a elementos como horários e dias de expediente. Em Natal, assim como em muitos outros lugares, as pessoas costumam sair para trabalhar ao final da madrugada e início da manhã. O labor cotidiano nunca é fácil e sempre rotineiro; o mau-humor, ao fim do dia, não é incomum. Na capital potiguar, para muitos, a irritação começa desde cedo, principalmente para quem não possui transporte próprio. Diversos pontos de ônibus espalhados por Natal se mostram ineficazes em sua missão secundária – proteger o passageiro das ações do clima – e causam transtornos para aqueles que estão esperando seu transporte público. O exemplo do dia a dia de labuta não é exclusivo; trabalhar é apenas um dos motivos pelos quais os natalenses precisam utilizar ônibus. Nestes casos, é preciso contar com a competência da prefeitura municipal e de sua secretaria de serviços urbanos para; o que não ocorre em muitas partes da cidade.

Foto: José Aldenir / Agora Imagens

No bairro da Ribeira, a sorte define a situação da população que espera o ônibus em frente à Praça Augusto Severo. Duas, das três paradas estão protegidas por um abrigo feito de metal, muito embora esses pontos de ônibus, que foram reformados há não muito tempo, se encontrem pichados e maltratados. Contudo, quem precisar utilizar o ponto de ônibus restante, faça chuva ou faça sol, vai sofrer; isto porque a parada não possui qualquer proteção superior, deixando a população diretamente à mercê do calor ou da umidade.

Outro “ponto de ônibus” famoso em Natal está localizado em frente ao Via Direta, em Candelária. O problema nesta parada é que ela não é oficial, mas simplesmente a fachada da passagem frontal do shopping, logo antes da passarela que passa por cima da BR-101. O ponto de aguardo do transporte público original, por sua vez, fica justamente logo após a passarela, mas, devido à localização não tão estratégica, ele vem sendo preterido pela população e pelos consumidores do Via Direta, que adotaram a fachada do shopping como sua parada, decisão popular que foi acatada pelos próprios motoristas de ônibus. Nas proximidades, ainda é possível enxergar lixo jogado na calçada, como papéis e copos descartáveis; o piso e o meio-fio também não estão em suas melhores condições.


Foto: José Aldenir / Agora Imagens

No Alecrim, os problemas com pontos de ônibus e seus abrigos – ou melhor, falta de abrigos – também são comuns. Deborah, 27 anos, estudante universitária, se queixa de que, para ir para o trabalho, precisa enfrentar a fúria do clima, já que sua parada não possui qualquer abrigo. A situação se agrava no momento porque Deborah está grávida e prestes a dar à luz. “São pouquíssimas paradas de ônibus em Natal que têm abrigo. Quando há, a grande maioria está em péssima condição. Estou aqui em um ponto de ônibus sem cobertura com outras pessoas, em pleno meio-dia com um sol escaldante e nós totalmente expostos. A solução é tentar se proteger do sol na sombra daquele poste”, disse a jovem, apontando para várias pessoas atrás da fina estrutura pública.

A zona Leste de Natal não foi o único ponto visitado pela reportagem do Agora Jornal, que também esteve na Avenida Moema Tinôco, comunidade de Gramorezinho, no bairro de Lagoa Azul, zona Norte da capital. Além das estradas esburacadas e não pavimentadas, não foram identificadas faltas de abrigos para os pontos de ônibus, mas a falta dos próprios pontos. A prefeitura de Natal, em determinado ponto da comunidade, instalou uma placa que sinaliza o local onde o ônibus deve parar para colher seus passageiros. O detalhe aqui é que a placa do transporte foi fincada logo em frente à residência de um popular, que precisa tapar os ouvidos e narizes para aguentar o barulho provocado e o gás carbônico liberado pelo veículo. Este, todavia, não é o único problema do ponto. A despeito do morador que tem sua casa utilizada como parada, uma moradora relatou que os ônibus não têm passado naquele ponto há mais de duas semanas. O motivo não foi esclarecido aos populares.

Agora RN

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE