[Notícias][6]

"JUSTIÇA"
"PREFEITÁVEL"
"Religião e Política"
´Polícia
2014
Ação Social
acidente
Advogado(s)
AGENDA DE HENRIQUE ALVES
AGENDA DOS CANDIDATOS
Agricultura
ANIVERSARIANTE DO DIA
Apodí
Aposentados
Aposentados...
Artísta
Artístas
Assalto(s)
Assu
Ator
Atriz
Bancos
Bancos/Financeiras
BELEZAS
BLO
Blogueiro
BRASIL
Brasília
Câmara dos Deputados
Câmara e Senado
CAMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL/SENADO FEDERAL
Câmara Municipal
CAMPANHA
Cantor
Cantora
cantores
Caraúbas
Carnaval
Celebridades
Chuva
Cidades
Ciência
Comunicação
Comunicado
Concurso Público
Congresso
Consumidor
CONVITE
COPA DO MUNDO/2014
Correios
CORRUPÇÃO
COTIDIANO
crime
Cultura
Curiosidades
Cursos
DADOS
Datas Comemorativas
Debate ao Governo
Debate Presidencial
Defesa Civil
DENÚNCIA
DEPUTADA FEDERAL
Deputado
Deputados Estaduais do RN
Dia a dia...
Dicas
Dilma
Drogas
Economia
Econômia
educação
Educadores
Eleições
Eleições 2014
Eleições 2014/RN
Eleições 2016
Eleições Municipais 2016
Eleições Municipais Segundo Turno
Eleições Presidencial
Eleições Suplementares
Emenda Parlamentar
Emprego
ENQUETE
Ensaio
Esporte
Estatísticas
Evento
EVENTOS
EX DEPUTADO
Ex governador
Ex Ministro
Ex Prefeito(a)
Ex presidente
Facebook
Famosos
Felipe Guerra
Feriados
FESTAS
Forró
Futebol
Gerais no RN
Governador
Governador do RN
Governadores
Governo
Governo do RN
Governo Federal
Greve
Henrique Alves
Humor
Humoristas
Impeachment
Incendio
Incêndio
Industria
Internet
Investigação
IPVA
itaú
ITAÚ/RN
Jogadores
Juiz(a)
JUS
Justiça
JUSTIÇA ELEITORAL
Leilão
Leis
LEVANTAMENTO
LEVANTAMENTO...
LGBT
LIGEIRINHAS...
Loteria
Martins
Médico
MENSALÃO
Ministro
Ministros
MMN
Mossoró
MP/RN
MPF
MPF/RN
MULTINÍVEL-MMN
Mundo
Mundo Animal
Natal
Natureza!
Nordeste
Nota de Esclarecimento.
Nota de Repúdio
Palestra
PATU
Pau dos ferros
Pesquisa
PIS/PASEP
Poder
Poder Legislativo Municipal
POL ROD ESTADUAL DO RN
POL TECNICA
polícia
POLICIA AMBIENTAL
POLÍCIA AMBIENTAL
Polícia Civil
Polícia Federal
Polícia Militar
POLICIA MILITAR DO RN
POLÍCIA ROD FEDERAL
POLÍCIAS
política
política do RN
Políticos
Políticos do rn
PREFEITÁVEIS
Prefeito
Prefeito(a)
Prefeitos
Prefeitura
Prefeituras
Presidenta
Presidente
Presidente da República
Presidente da República do Brasil
PRESIDENTE TEMER
Presídio
PRF
Processo Seletivo
Protesto
Protestos
Protestos...
PUBLICIDADES
Redes Sociais
Religião
Revista
Riacho da Cruz
Rodolfo Fernandes
Rosalba Ciarlini
Salário
Saúde
Saúde Pública
Seca
Secretário de Saúde
Secretário(a) de SPRN
Segurança Pública
Segurança Pública RN
Senado Federal
Senador
Senador(a)
Servidores do estado do RN
Servidores Federais
Servidores municipais
Severiano Melo
SOCIAL
STF
Taboleiro Grande
Tecnologia
Televisão
Trabalhador
Tragédia
Umarizal
vereador(a)
VEREADORES
Vestibular
Vice governador
Vice Presidente da República do Brasil
Vice-Prefeito(a)
VÍDEO
Violência

Universitária rompeu relação ao saber que namorado matou a ex


A estudante de Direito, Dineia Batista Rosa, 35, assassinada no último sábado (20), em Cuiabá, terminou o relacionamento com Welington Fabrício de Amorim Couto, 34, ao descobrir que ele matou a primeira mulher, em 2008. A informação foi confirmada ao pela também estudante de Direito, Ingrid Abreu, uma das colegas de sala de Dineia.
À reportagem, Ingrid disse que Dineia desconfiou de Welington quando o viu usando tornozeleira eletrônica pela primeira vez, em 2014. Ele foi condenado há 17 anos de prisão por ter assassinado a primeira esposa e cumpria pena em regime domiciliar desde 2013.
“Ela começou a desconfiar de Welington no momento em que viu ele com a tornozeleira. Eles já namoravam, mas ela só percebeu que ele era monitorado pouco tempo depois. Ela decidiu terminar o relacionamento e foi aí que ele começou a perseguí-la. Como ela trabalhava no Fórum de Várzea Grande, pesquisou e viu que ele tinha assassinado a ex-mulher”, disse Ingrid.
“Ela começou a desconfiar de Welington no momento em que viu ele com a tornozeleira. Eles já namoravam, mas ela só percebeu que ele era monitorado pouco tempo depois. Ela decidiu terminar o relacionamento e foi aí que ele começou a perseguí-la", contou uma amiga da estudante.
Por não aceitar o término do relacionamento, Welington começou a ir atrás de Dineia em todos os lugares, inclusive, na universidade onde ela estudava na Avenida Beira Rio, em Cuiabá. Ela solicitou à Justiça medida protetiva contra Welington.
“Por não aguentar mais as perseguições de Welington, Dineia resolveu ir até a Justiça para pedir que o criminoso não se aproximasse mais dela. Eu fiquei sabendo que na sexta-feira (19), um dia antes do assassinato, que um oficial de Justiça foi até à casa dele e o notificou para que não se aproximasse mais dela. Ele ficou bravo, foi até à universidade e disse ‘viu o que você fez comigo?’. Acredito, que a partir desse momento, ele começou a planejar a morte dela”, explicou Ingrid, à reportagem.
A colega da estudante afirmou que o relacionamento do casal era conturbado e que eles viviam brigando. Dineia e Welington namoravam desde 2013.
“A Dineia sempre reclamava das perseguições de Welington. Era uma relação muito conturbada. Diversas vezes, Welington ia atrás dela na faculdade e a polícia o retirava de lá. Foi uma tragédia anunciada. Pois ela já havia registrado vários boletins de ocorrência contra ele. Esperamos que pague por tudo que fez e continue na cadeia”, concluiu.

Ato de justiça
Na quarta-feira (24), familiares e amigos de Dineia fizeram um manifesto pedindo justiça e pela manutenção da prisão do assassino, em frente à universidade onde a vítima estudava, na Avenida Beira Rio, em Cuiabá.
"Era uma relação muito conturbada. Diversas vezes, Welington ia atrás dela na faculdade e a polícia o retirava de lá. Foi uma tragédia anunciada", declarou Ingrid.
De lá, o grupo caminhou até a Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), na Avenida Tenente Coronel Duarte, (Av. da Prainha). A manifestação se repetiu às 18 horas.
O ato contou com a presença da promotora de justiça Lindinalva Rodrigues, da 15ª Promotoria Criminal de Cuiabá, além de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT).

O caso
O crime aconteceu na manhã de sábado (20), no bairro Serra Dourada, em Cuiabá. O corpo de Dineia foi encontrado por policiais militares com sinais estrangulamento e com o rosto desfigurado, devido a golpes com tijolo.
O assassino não aceitava o fim do relacionamento de dois anos e inconformado invadiu a casa da ex-namorada e cometeu o crime. Ele ainda ameaçou o filho da vítima, que assistiu às cenas brutais de violência.
No primeiro caso de feminicídio cometido por Wellington ele foi condenado, em 2011, a 17 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado contra a ex-mulher.

Repórter MT

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE