[Notícias][6]

"JUSTIÇA"
"PREFEITÁVEL"
"Religião e Política"
´Polícia
2014
Ação Social
acidente
Advogado(s)
AGENDA DE HENRIQUE ALVES
AGENDA DOS CANDIDATOS
Agricultura
ANIVERSARIANTE DO DIA
Apodí
Aposentados
Aposentados...
Artísta
Artístas
Assalto(s)
Assu
Ator
Atriz
Bancos
Bancos/Financeiras
BELEZAS
BLO
Blogueiro
BRASIL
Brasília
Câmara dos Deputados
Câmara e Senado
CAMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL/SENADO FEDERAL
Câmara Municipal
CAMPANHA
Cantor
Cantora
cantores
Caraúbas
Carnaval
Celebridades
Chuva
Cidades
Ciência
Comunicação
Comunicado
Concurso Público
Congresso
Consumidor
CONVITE
COPA DO MUNDO/2014
Correios
CORRUPÇÃO
COTIDIANO
crime
Cultura
Curiosidades
Cursos
DADOS
Datas Comemorativas
Debate ao Governo
Debate Presidencial
Defesa Civil
DENÚNCIA
DEPUTADA FEDERAL
Deputado
Deputados Estaduais do RN
Dia a dia...
Dicas
Dilma
Drogas
Economia
Econômia
educação
Educadores
Eleições
Eleições 2014
Eleições 2014/RN
Eleições 2016
Eleições Municipais 2016
Eleições Municipais Segundo Turno
Eleições Presidencial
Eleições Suplementares
Emenda Parlamentar
Emprego
ENQUETE
Ensaio
Esporte
Estatísticas
Evento
EVENTOS
EX DEPUTADO
Ex governador
Ex Ministro
Ex Prefeito(a)
Ex presidente
Facebook
Famosos
Felipe Guerra
Feriados
FESTAS
Forró
Futebol
Gerais no RN
Governador
Governador do RN
Governadores
Governo
Governo do RN
Governo Federal
Greve
Henrique Alves
Humor
Humoristas
Impeachment
Incendio
Incêndio
Industria
Internet
Investigação
IPVA
itaú
ITAÚ/RN
Jogadores
Juiz(a)
JUS
Justiça
JUSTIÇA ELEITORAL
Leilão
Leis
LEVANTAMENTO
LEVANTAMENTO...
LGBT
LIGEIRINHAS...
Loteria
Martins
Médico
MENSALÃO
Ministro
Ministros
MMN
Mossoró
MP/RN
MPF
MPF/RN
MULTINÍVEL-MMN
Mundo
Mundo Animal
Natal
Natureza!
Nordeste
Nota de Esclarecimento.
Nota de Repúdio
Palestra
PATU
Pau dos ferros
Pesquisa
PIS/PASEP
Poder
Poder Legislativo Municipal
POL ROD ESTADUAL DO RN
POL TECNICA
POLICIA
polícia
POLICIA AMBIENTAL
POLÍCIA AMBIENTAL
Polícia Civil
Polícia Federal
Polícia Militar
POLICIA MILITAR DO RN
POLÍCIA ROD FEDERAL
POLÍCIAS
POLITICA
política
política do RN
Políticos
Políticos do rn
PREFEITÁVEIS
Prefeito
Prefeito(a)
Prefeitos
Prefeitura
Prefeituras
Presidenta
Presidente
Presidente da República
Presidente da República do Brasil
PRESIDENTE TEMER
Presídio
PRF
Processo Seletivo
Protesto
Protestos
Protestos...
PUBLICIDADES
Redes Sociais
Religião
Revista
Riacho da Cruz
Rodolfo Fernandes
Rosalba Ciarlini
Salário
Saúde
Saúde Pública
Seca
Secretário de Saúde
Secretário(a) de SPRN
Segurança Pública
Segurança Pública RN
Senado Federal
Senador
Senador(a)
Servidores do estado do RN
Servidores Federais
Servidores municipais
Severiano Melo
SOCIAL
STF
Taboleiro Grande
Tecnologia
Televisão
Trabalhador
Tragédia
Umarizal
vereador(a)
VEREADORES
Vestibular
Vice governador
Vice Presidente da República do Brasil
Vice-Prefeito(a)
VÍDEO
Violência

Suspeitas de pagar propina a Henrique movimentaram R$ 893 mi no RN

Divulgação
Henrique Alves, preso na Operação ManusRodrigo Ferreira
Apontadas pela Justiça Federal como pagadoras de propinas ao ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB), preso na manhã desta terça-feira 06 na Operação Manus, as empresas OAS, Odebrecht e Carioca Engenharia investiram, entre 2008 e 2014, nada menos que R$ 893 milhões em quatro obras realizadas no Rio Grande do Norte. Dentre elas, duas já estão sendo investigadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público por corrupção, sendo a principal de todas a da Arena das Dunas, que sozinha custou R$ 423 milhões.De acordo com o órgão judicial e com as informações já repassadas pela Polícia Federal, Henrique recebeu pouco mais de R$ 7 milhões em pagamentos de propina destas empresas com a promessa, por parte dele e de seu parceiro político Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de favorecimento em obras, privatizações e facilidade em pagamento de construções tanto no Rio Grande do Norte quanto no Rio de Janeiro, estado do deputado cassado.

Com base nisso, o Agora Jornal filtrou e identificou as obras que foram realizadas pelas três empreiteiras nos últimos anos no Estado. De acordo com as pesquisas, pelo menos quatro empreendimentos foram construídos e/ou reestruturados pelas empreiteiras citadas em território potiguar entre os anos de 2012 e 2014. O principal deles foi a Arena das Dunas, grande alvo das investigações da Operação Manus que prendeu o ex-deputado preventivamente.

Nas informações publicamente divulgadas após o término da construção do Estádio, que recebeu quatro jogos da Copa do Mundo FIFA em 2014, ficou entendido que suas obras custaram R$ 423 milhões. A empresa responsável por erguer o equipamento foi a OAS, que mais tarde seria incluída nas investigações da Lava Jato, e seu dono, o Léo Pinheiro, preso pela Polícia Federal em decorrência dos desdobramentos da operação.

Outra obra liderada pela OAS no Rio Grande do Norte foi a ampliação do Cais do Porto de Natal, localizado na margem esquerda do Rio Potengi e que custou R$ 108 milhões. O Cais tem extensão de 400m e área de plataforma de 2.336m², com superestrutura em sistema misto pré-moldado e concreto projetado ‘in loco’. A exemplo da Arena das Dunas, também foi concluída em 2014, ano de realização do mundial de futebol na capital potiguar.

Dois anos antes, o Terminal Salineiro de Areia Branca, também conhecido como Porto Ilha, recebeu intervenções assinadas por um consórcio formado por grandes empreiteiras como Constremac e Queiroz Galvão. No caso das citadas como pagadoras de propinas a Henrique na campanha eleitoral de 2014, a envolvida no Porto Ilha foi a Carioca Engenharia. Segundo as informações apuradas pela reportagem, essa intervenção custou R$ 278 milhões aos cofres públicos.

Por fim, também foi identificada uma obra da Odebrecht no Estado, referente a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Dom Nivaldo Monte, localizada no bairro de Cidade Alta, em Natal. Ela é a única que está listada entre os 38 negócios identificados nos registros de pagamentos do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht – o chamado “departamento da propina” – nas apurações da 35ª fase, batizada de Operação Omertà e que prendeu no dia 26 de setembro do ano passado o ex-ministro Antonio Palocci.

O equipamento, que coleta e trata esgotos de 21 bairros de Natal a fim de despoluir o rio Potengi, foi inaugurado durante o governo Wilma de Faria, período em que o diretor-presidente da Companhia de Águas e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern) era Walter Gasi. Dos R$ 84 milhões investidos na ETE, R$ 30 milhões foram aplicados em equipamentos de última geração. Um deles, fabricado na Alemanha, é utilizado na desinfecção por raios ultravioleta. Adotando esse sistema a Caern dispensa uso de produtos químicos e evita contato humano graças a automação da maior parte dos serviços.

Totalizando, as empresas apontadas pela Polícia Federal como pagadoras de propina para o ex-ministro Henrique Eduardo Alves investiram, somente nos últimos anos, pelo menos, o valor de R$ 893 milhões no território potiguar. Contudo, a exceção dos R$ 84 milhões pagos na construção da ETE Dom Nivaldo Monte e dos R$ 423 milhões da Arena das Dunas, nenhuma das outras obras citadas estão sendo – publicamente – investigadas pela Lava Jato.

OPERAÇÃO MANUS
Henrique Eduardo Alves foi preso na manhã desta terça-feira 06 em Natal pela Polícia Federal. O peemedebista foi alvo de mais uma fase da Operação Lava Jato ao lado do ex-deputado Eduardo Cunha, que já está preso em Curitiba desde o ano passado por participações no esquema de corrupção. O secretário municipal de Obras Públicas de Natal, Fred Queiroz, também foi preso nesta manhã.

O nome da operação que prendeu o candidato ao Governo do Estado em 2014 foi batizada de ‘Manus’. Ela foi deflagrada para apurar atos de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro envolvendo a construção da Arena das Dunas, em Natal. O sobrepreço identificado no processo de construção da praça esportiva, erguida para abrigar a Copa do Mundo de 2014, chega a R$ 77 milhões.

A investigação realizada se iniciou após a análise das provas coletadas em várias das etapas da Operação Lava Jato que apontavam solicitação e o efetivo recebimento de vantagens indevidas por dois ex-parlamentares cujas atuações políticas favoreceriam duas grandes construtoras envolvidas na construção do estádio.

A partir das delações premiadas em inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal, e por meio de afastamento de sigilos fiscal, bancário e telefônico dos envolvidos, foram identificados diversos valores recebidos como doação eleitoral oficial, entre os anos de 2012 e 2014, que na verdade consistiram em pagamento de propina. Identificou-se também que os valores supostamente doados para a campanha eleitoral em 2014 de um dos investigados foram desviados em benefício pessoal.

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de corrupção ativa e passiva, além de lavagem de dinheiro. Ao todo, a Operação Manus, que é referência ao provérbio latino “Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat”, cujo significado é: uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra, mobilizou cerca de 80 policiais federais que cumpriram 33 mandados, sendo cinco de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão no RN e no Paraná.

Em 2015, o apartamento do ex-deputado peemedebista já havia sido alvo de um mandado de busca e apreensão na Operação Catalinárias. Naquela oportunidade, os investigadores iniciavam a apuração das práticas dos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro em benefício de duas empreiteiras responsáveis pela construção da Arena.

Pelo fato de que o mandado contra Henrique é de prisão preventiva, não há prazo para que ele seja liberado da prisão. Sua detenção acontece para que a PF fique assegurada de que ele não irá tentar utilizar de artimanhas para obstruir as investigações que seguem sendo realizadas pelos órgãos competentes.

Um dos alvos dos mandados de busca e apreensão foi a agência de publicidade Art & C, que teve o publicitário Arturo Arruda, proprietário da agência, levado em condução coercitiva para prestar esclarecimentos à Justiça. No momento da operação, o comunicador estava na cidade de Mossoró, segunda maior do Estado, e foi localizado pelos oficiais da PF. A sede do PDMB em Natal também recebeu os agentes da Polícia Federal.

Agora RN

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE