[Notícias][6]

Em Mossoró: Um apoio possível para o governo do estado

Até aqui, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) não tem definição certa, “imexível”, quanto às campanhas majoritárias do próximo ano no Rio Grande do Norte.

Fátima e Rosalba: união possível (Foto: Web)
Tudo é possível, inclusive o inimaginável para muita gente que trata política com o fígado.

Um apoio à postulação ao governo da senadora Fátima Bezerra (PT), por exemplo, é mais do que possível.

Em 2014, ela já tivera.

O rosalbismo reforçou a campanha da petista em Mossoró, dando-lhe reforço considerável à votação superlativa que obteve. Rosalba fez declaração pública de apoio no dia 29 de setembro, a poucos dias do pleito (veja AQUI).

Senado em Mossoró
Fátima Bezerra (PT) – 59.726 (69,83%)
Wilma de Faria (PSB) – 23.512 (27,49%)
Maioria Pró-Fátima – 36.214 (42,34%).

Em contrapartida, o sindicalismo petista no âmbito do estado arrefeceu a pressão contra o governo da então governadora Rosalba Ciarlini, que estava em seus estertores.

Porém é importante lembrar da conjuntura da época. O prefeito Francisco José Júnior (então no PSD) vivia o apogeu de sua gestão e puxou eleições de Fátima e de Robinson Faria (PSD) ao governo em solo mossoroense.

Leia também: As razões de Rosalba para apoiar a “companheira” Fátima AQUI.

Do Blog Carlos Santos

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE