[Notícias][6]

"JUSTIÇA"
"PREFEITÁVEL"
"Religião e Política"
´Polícia
2014
Ação Social
acidente
Advogado(s)
AGENDA DE HENRIQUE ALVES
AGENDA DOS CANDIDATOS
Agricultura
ANIVERSARIANTE DO DIA
Apodí
Aposentados
Aposentados...
Artísta
Artístas
Assalto(s)
Assu
Ator
Atriz
Bancos
Bancos/Financeiras
BELEZAS
BLO
Blogueiro
BRASIL
Brasília
Câmara dos Deputados
Câmara e Senado
CAMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL/SENADO FEDERAL
Câmara Municipal
CAMPANHA
Cantor
Cantora
cantores
Caraúbas
Carnaval
Celebridades
Chuva
Cidades
Ciência
Comunicação
Comunicado
Concurso Público
Congresso
Consumidor
CONVITE
COPA DO MUNDO/2014
Correios
CORRUPÇÃO
COTIDIANO
crime
Cultura
Curiosidades
Cursos
DADOS
Datas Comemorativas
Debate ao Governo
Debate Presidencial
Defesa Civil
DENÚNCIA
DEPUTADA FEDERAL
Deputado
Deputados Estaduais do RN
Dia a dia...
Dicas
Dilma
Drogas
Economia
Econômia
educação
Educadores
Eleições
Eleições 2014
Eleições 2014/RN
Eleições 2016
Eleições Municipais 2016
Eleições Municipais Segundo Turno
Eleições Presidencial
Eleições Suplementares
Emenda Parlamentar
Emprego
ENQUETE
Ensaio
Esporte
Estatísticas
Evento
EVENTOS
EX DEPUTADO
Ex governador
Ex Ministro
Ex Prefeito(a)
Ex presidente
Facebook
Famosos
Felipe Guerra
Feriados
FESTAS
Forró
Futebol
Gerais no RN
Governador
Governador do RN
Governadores
Governo
Governo do RN
Governo Federal
Greve
Henrique Alves
Humor
Humoristas
Impeachment
Incendio
Incêndio
Industria
Internet
Investigação
IPVA
itaú
ITAÚ/RN
Jogadores
Juiz(a)
JUS
Justiça
JUSTIÇA ELEITORAL
Leilão
Leis
LEVANTAMENTO
LEVANTAMENTO...
LGBT
LIGEIRINHAS...
Loteria
Martins
Médico
MENSALÃO
Ministro
Ministros
MMN
Mossoró
MP/RN
MPF
MPF/RN
MULTINÍVEL-MMN
Mundo
Mundo Animal
Natal
Natureza!
Nordeste
Nota de Esclarecimento.
Nota de Repúdio
Palestra
PATU
Pau dos ferros
Pesquisa
PIS/PASEP
Poder
Poder Legislativo Municipal
POL ROD ESTADUAL DO RN
POL TECNICA
polícia
POLICIA AMBIENTAL
POLÍCIA AMBIENTAL
Polícia Civil
Polícia Federal
Polícia Militar
POLICIA MILITAR DO RN
POLÍCIA ROD FEDERAL
POLÍCIAS
política
política do RN
Políticos
Políticos do rn
PREFEITÁVEIS
Prefeito
Prefeito(a)
Prefeitos
Prefeitura
Prefeituras
Presidenta
Presidente
Presidente da República
Presidente da República do Brasil
PRESIDENTE TEMER
Presídio
PRF
Processo Seletivo
Protesto
Protestos
Protestos...
PUBLICIDADES
Redes Sociais
Religião
Revista
Riacho da Cruz
Rodolfo Fernandes
Rosalba Ciarlini
Salário
Saúde
Saúde Pública
Seca
Secretário de Saúde
Secretário(a) de SPRN
Segurança Pública
Segurança Pública RN
Senado Federal
Senador
Senador(a)
Servidores do estado do RN
Servidores Federais
Servidores municipais
Severiano Melo
SOCIAL
STF
Taboleiro Grande
Tecnologia
Televisão
Trabalhador
Tragédia
Umarizal
vereador(a)
VEREADORES
Vestibular
Vice governador
Vice Presidente da República do Brasil
Vice-Prefeito(a)
VÍDEO
Violência

STTU pede 20 dias para explicar R$ 7,6 milhões “sumidos” das multas de trânsito de Natal Agora Jornal conversou com a diretora-financeira do órgão, Rosiane Sabóia, que admitiu deficiências do portal da transparência da Prefeitura e disse 'não existir' verba alguma no caixa da pasta

Fachada do STTUJosé Aldenir / Agora Imagens
Fachada da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal
Veja também
STTU já registrou pelo menos 73 multas de trânsito com auxílio de câmeras em Natal
Rodrigo Ferreira

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) pediu 20 dias para responder detalhadamente para onde foram destinados os R$ 7,6 milhões provenientes da arrecadação com multas de trânsito na capital potiguar que não aparecem de maneira clara no Portal da Transparência da Prefeitura do Natal. Em vistoria minuciosa realizada pela reportagem do Portal Agora RN / Agora Jornal nesta semana, foi possível perceber a diferença entre os valores arrecadados (R$ 30,2 milhões) e os gastos (R$ 22,6 milhões) pela pasta com os recursos das multas.

Nesta sexta-feira, 15, a reportagem foi recebida pela diretora-financeira da STTU, Rosiane Sabóia, na sede da secretaria, situada na zona Leste de Natal. Questionada sobre a diferença encontrada entre os valores no Portal da Transparência, Sabóia disse que o valor, atualmente, não existe nas contas da STTU, mas admitiu que o mecanismo disponibilizado pela Prefeitura do Natal como forma de prestação de contas carece de ajustes técnicos, de modo que detalhe de maneira mais precisa as informações publicadas na plataforma. O detalhamento, contudo, já foi solicitado pela pasta junto a Controladoria Geral do Município.

“O portal da transparência necessita de uma leitura minuciosa para que possa ser 100% compreendido. Para ter essa leitura, é necessário solicitar não só para a STTU, mas também para a Secretaria de Administração (Semad) e a Controladoria-Geral do Município. São muitas abas e várias delas não demonstram as informações da maneira ideal. Já tivemos uma conversa com o Dionísio Gomes (controlador do município) e ele nos esclareceu essa parte, dizendo que lá existem muitos dados contábeis e que realmente precisam ser explicados, até porque o portal está em constante atualização”, explicou.

“A diferença de quase R$ 8 milhões entre arrecadação e gastos que foi publicada ao longo da semana, para a STTU, em termos de processo e de sistema orçamentário, não existe. Admitimos a possibilidade de que essa verba pode não estar identificada de maneira clara no portal da transparência, mas nossos gastos e receitas são todos informados ao Tribunal de Contas do Estado a cada três meses, que inclusive precisa aprová-los. Todos os valores que entram e saem da STTU são repassados ao TCE. O portal pode sim estar precisando de informações mais detalhadas, de uma avaliação robusta e de uma explicação mais plausível da parte que coordena isso, que é a Controladoria”, completou.

Questionada sobre de que maneira a reportagem poderia ter acesso a destinação dos R$ 7,6 milhões restantes (já que o portal da transparência não detalha), Rosiane Sabóia disse existir a necessidade de um pedido formal direcionado a todas as pastas envolvidas (Trânsito, Administração e Controladoria), que vai resultar na averiguação dos dados através de planilhas. No entanto, o prazo para se ter uma resposta concreta é de até 20 dias, que é o tempo necessário para acionar o sistema orçamentário da Prefeitura e fazê-lo com que emita o detalhamento dos gastos.

Na sua explanação, a diretora-financeira do órgão também ressaltou que, desde o ano passado, uma emenda constitucional tem feito a STTU repassar, anualmente, 30% do valor que arrecada com as infrações para a Prefeitura do Natal, algo que até 2015 não era possível. “Existe uma emenda constitucional de 8 de setembro de 2016 que estabeleceu que 30% dos valores arrecadados com as multas de trânsito devem ser desvinculados da Secretaria. Essa desvinculação faz com que esse percentual seja destinado para a Prefeitura, e ela pode deliberar os valores para o setor que achar mais conveniente”, concluiu.

A solicitação formal pelo detalhamento das contas foi feita nesta sexta-feira, 15, pela reportagem. Diante disso, ficou estabelecido que, em 20 dias, o Agora Jornal retornará ao prédio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana para buscar as respostas acerca dos quase R$ 8 milhões que não aparecem na prestação de contas da pasta no portal da transparência. Todavia, a STTU admitiu que, em razão da dificuldade de busca pelos dados, pode ser que o prazo ainda seja alargado de modo que propicie o detalhamento preciso dos valores gastos pela secretaria nos últimos 4 anos. O secretário-adjunto de trânsito, Walter Pedro, também presenciou o encontro.

Do Agora RN

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE