[Notícias][6]

Garibaldi assume PMDB e admite até candidatura da sigla ao Governo em 2018

Questionado se Carlos Eduardo seria uma boa opção para a disputa ao governo do RN, senador sinalizou positivamente, admitindo já ter tido conversas com o prefeito

O senador Garibaldi Alves assumiu a presidência do PMDB no Rio Grande do Norte para o biênio 2018-2019, em solenidade ocorrida na sede da sigla, na manhã desta sexta-feira 20. Na ocasião, o senador falou sobre projetos para o futuro e expôs a possibilidade de que o partido tenha candidatos aos principais pleitos a serem disputados em 2018, o que inclui o governo do estado.

“A prioridade de qualquer partido é ter candidatura própria. Verificada a possibilidade, poderemos ter candidatos para todas as disputas que acontecerão em 2018”, disse Garibaldi em entrevista concedida ao Portal Agora RN/Agora Jornal.

Questionado se o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) seria uma boa opção para a disputa ao governo do Rio Grande do Norte, Garibaldi sinalizou positivamente, admitindo já ter tido conversas com o gestor municipal sobre isso. Contudo, ele reiterou que ainda não há uma posição oficial de Carlos Eduardo em relação a 2018.

“Formalmente, não [há nada decidido]. Pelos laços de parentesco e pela militância política, já conversamos sobre isso, mas nada que seja uma posição oficial. Há muita água correndo por debaixo dessa ponte. Não temos definição ainda. Só lançaremos candidato se houver um que tenha condições de ganhar a eleição. Se você me perguntar, eu não identifico ninguém no momento [que seja capaz]. Se não tiver, há muitos partidos para composição. Acredito, sim, numa coligação com o PDT e Carlos Eduardo, mas não conversamos em definitivo sobre isso”, contou.

No comando do PMDB, Garibaldi substitui Henrique Alves, retirado do diretório e preso durante desdobramento da Operação Lava Jato. Até o momento, o partido vinha sendo comandado pelo deputado federal Walter Alves (PMDB). Apesar da prisão do ex-ministro do Turismo ter impactado o nome dos Alves na política, Garibaldi se mostrou confiante de que Henrique será capaz de provar sua inocência e restaurar a confiança do povo.

“[O nome da família] pode ter sofrido [abalo]. Ninguém vai tapar o sol com a peneira, mas Henrique está aí para fazer a defesa dele. Acredito que seja uma coisa momentânea e que Henrique tem condições de provar sua inocência”, apontou.

O senador Garibaldi Alves também não escapou de ter sido citado nas delações premiadas da Lava Jato. O parlamentar, todavia, se disse tranquilo quanto às acusações. “Eu fui citado, mas estou para ‘sair’ dessa citação. Ser citado por um delator é a coisa mais fácil do mundo. O que ocorre? O delator cita, o processo demora e dá impressão de que se trata de um grande processo. Acredito que a citação é absolutamente inexpressiva”, concluiu.

Além de Garibaldi, compõem o novo diretório do PMDB para o próximo biênio o deputado federal Walter Alves – mantido como vice-presidente; Geraldo Melo, como presidente de honra do PMDB; deputado estadual Hermano Morais, como segundo vice-presidente; deputado estadual Nelter Queiroz, como terceiro vice-presidente; Elias Fernandes, como secretário-geral; José Cunha Melo, como secretário-adjunto; Saint-Clair Linhares, como primeiro tesoureiro; deputado estadual Gustavo Fernandes, como segundo tesoureiro; vice-prefeito de Natal Álvaro Dias, como primeiro vogal; Ana Catarina Alves e o vereador Felipe Alves, como vogais.

Agora RN


www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE