[Notícias][6]

Ibovespa fecha em queda com receio por avanço de reformas


O principal índice da bolsa paulista caiu abaixo dos 76 mil pontos nesta quinta-feira, refletindo cautela sobre o andamento de reformas no Congresso, após Câmara dos Deputados rejeitar a denúncia contra o presidente Michel Temer com um placar mais apertado, em dia marcado por resultados corporativos.

O Ibovespa fechou em queda de 1,01 por cento, a 75.896 pontos. O volume financeiro somou 8,46 bilhões de reais.

O índice chegou a subir 0,51 por cento na máxima do dia, chegando aos 77 mil pontos, mas não conseguiu manter fôlego. Este mês, o Ibovespa renovou máximas históricas de fechamento em três pregões, mas todas as vezes ficou abaixo dos 77 mil pontos.

Na noite passada, a Câmara rejeitou a segunda denúncia contra Temer por 251 votos a 233, abaixo da expectativa do governo, que calculava obter entre 260 e 270. Este placar, na visão de alguns agentes de mercado, acende a luz amarela sobre as chances de avanço da agenda de reformas do governo, principalmente a da Previdência.

“Isso deixa um ponto de interrogação porque 250 votos é pouco para reformas. Ainda tem os ausentes e alguns deputados que votaram contra o presidente, mas ainda podem ser favoráveis a reformas, mas o mercado agora quer saber o que vai acontecer”, disse o economista da Órama Alexandre Espirito Santo.

TERRA

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE