[Notícias][6]

Zenaide Maia confirma candidatura ao Senado em 2018

“Estou botando o meu nome ao Senado! Tenho essa opinião e isso é uma democracia. Por que não?”. Essas são declarações dadas ao portal REDE NEWS 360 pela deputada federal Zenaide Maia (PR), quando de sua breve estada no município de Apodi onde participou de audiência pública para discutir a situação da Transposição das Águas do Rio São Francisco e a construção do Eixo Norte. A parlamentar norte-rio-grandense falou sobre outros assuntos de interesse da população, como se segue abaixo:

NÚMERO DE MANDATOS

“Eu tenho um pensamento lá em Brasilia, que converso com os colegas e claro, ninguém concorda. Acho que o parlamento deveria ter um número de mandatos, Independente de qualquer coisa. É como, por exemplo, em 30 anos são os mesmos representantes e a gente moldou gerações. E eu quero afirmar, o poder se chama Congresso Nacional. Faz e aprova as leis. E se o presidente vetar, ainda se pode derrubar esse veto. Lá, naquele congresso onde o povo elege e bota, é ele que decide salário, horário de trabalhador e com que idade vai se aposentar. E se disser mais, qualquer produto, alimento ou medicamento que vai para a prateleira, tem que passar por lá. Então, o poder se chama, reafirmo, Congresso Nacional. E aquele olhar diferenciado que se tem quando se vai escolher um gestor no município – prefeito ou vereador -, tem que ser o mesmo”.

TRANSPOSIÇÃO

“Se o povo não se mobilizar, morreu! E eu dou um exemplo dos bancos postais. Se a gente não tivesse feito um movimento reunindo todo o Nordeste, já estava tudo fechado dede o dia 11. Refizeram um novo contrato até janeiro, enquanto a gente toma fôlego. Se parar eles não vão deixar nada. Nós temos mais de 110 municípios nesse estado que, o banco que tem é o postal. Eles iam fechar, mas com a mobilização dos correios e da senadora Fátima Bezerra que é presidente de uma comissão do senado que cuida disso aí, a gente reuniu o Banco do Brasil, os correios, o povo, e conseguimos reverter essa situação”.

PEC DA MORTE

“Por que esse problema de faltar dinheiro, que eles estão dizendo, não é só com esse banco. E eu quero dizer aqui que a emenda 95, por si só, que foi aquela PEC da morte, não deu tempo de o povo acordar. Aprovaram, como se diz, na calada da noite, e já tirou as perspectivas. Se você olhar o orçamento, se tira de onde as pessoas mais precisam. Agora, ninguém diz, que o governo, em 60 dias, aumentou o combustível em 6 vezes. Tem lugares que o gás de cozinha chega a R$ 90”.

SILÊNCIO NO CONGRESSO

“Agora, o que chama a atenção, é o silencio do Congresso e da grande mídia, por que antigamente quando ia ter um aumento de combustível a gente via direto na imprensa. Mas hoje você descobre através de outros meios. E eu quero dizer, o Brasil, não existe país falido. A crise é econômica e ética. E me preocupa, porque, se for levar do jeito que está aí, falindo os municípios, acabando com as nossas empresas, vendendo o nosso patrimônio por uma merreca!. Eles estão vendendo a Eletrobrás por R$ 20 bilhões e isso é uma vergonha. E diga por quanto foi anistiado o banco Itaú há menos de 30 dias?. Foi R$ 25 bilhões que a receita federal deixou de arrecadar . E o que é que acontece? Pra onde é que ia isso? Eu costumo traduzir pra você pai e mãe de família que esses R$ 25 bilhões não seriam da receita. Seria da educação, saúde. E Zenaide não pode concordar com isso!”.

GOVERNO TEMER

“Esse Governo, e pra isso eu tenho que tirar o chapéu, se especializou em jogar à deriva, os mais carentes e os vulneráveis. Mexendo com a educação, com a Assistência Social e etc. Se vocês olharem, a proposta de lei orçamentária para o próximo ano, deixa apenas 3% para a Assistência Social. Passa de R$ 2 bilhões e meio que era o orçamento desse ano, para R$ 160 milhões. E eu pergunto como vamos sobreviver? O governo Temer, se a população não se unir, e eu quero parabenizar vocês aqui do oeste, a OAB, os Institutos federais, todas as instituições sérias desses país reunidos. Não se vê nenhum desses órgãos concordando com tudo isso que ta aí”.

SECA NO NORDESTE

“A chuva é a saída. Mas o que chama atenção é que a seca é um fenômeno natural. E que já existe há mais de 100 anos. Todos os serviços, isto é, depois que se começou a estudar, ela é tão certa, cíclica e constante que a meteorologia de todo o mundo se baseia nessa seca do Nordeste brasileiro. Há mais de 100 anos, já tinham idealizado a transposição das águas do Rio São Francisco. Eu observava a região do Seridó, onde a situação é ainda pior, e o açude Gargalheiras, o ‘Marechal Dutra’, diz assim na placa: Primeira etapa desse reservatório. Quer dizer, já previam que ele precisava ser ampliado. E isso há mais de 50 anos. E não é só porque a população iria aumentar. É porque as pessoas teriam mais acesso à água, que não tinha antes”.

Via: Rede News 360

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE