[Notícias][6]

Em Mossoró/RN, falta quase tudo ou tudo mesmo em UBS’s e UPA’s

Generalizam-se as reclamações quanto ao desabastecimento na rede de Saúde de Mossoró. De tudo falta quase tudo. Ou em alguns casos, tudo mesmo.
Nas redes sociais, principalmente, o desabafo e cobrança por providências estão se ampliando vertiginosamente.


Reclamações surgem aos borbotões nas redes sociais e prefeitura silencia; proriza dispensa de licitação para limpeza urbana
Gente de todos os matizes sociais manifesta inquietação e cobra providências.
Caso de Rafaella Costa, repórter social mossoroense, que hoje também desabafa.
Já os vereadores Petras Vinícius (DEM), Raério Araújo (PRB) e Ozaniel Mesquita (PR) desembarcaram nessa quinta-feira (09) na Unidade Básica de Saúde (UBS) Doutor Cid Salem Duarte (Abolição IV) e UBS Lucas Benjamin (Abolição III), ouvindo as reclamações da população e o desabafo dos servidores.

“É preocupante a atual situação da regulação de consultas e exames, e a falta de medicações psicotrópicas, que há meses estamos clamando na tribuna da Câmara Municipal pela regularização”, relata Petras Vinícius em contato com o Blog Carlos Santos, liderando essa comitiva de vereadores, no que denomina de “Gabinete nas Ruas”.

Ozaniel, Petras e Raério levantam situação crítica em UBS's (Foto: cedida)

No dia 19 de setembro passado, Petras apresentou um denso relatório de visita sua na companhia de outros vereadores oposicionistas, a dez unidades de Saúde de Mossoró, entre UBS’s e UPA (veja AQUI). De lá para cá, o cenário em nada mudou.

Seu levantamento, decorrente de visita aos locais e entrevista com médicos, pessoal de apoio, enfermeiros, pacientes e acompanhantes, revela o abandono da Saúde Pública em Mossoró, em contraposição à propaganda ficcional do governo municipal.

Nota do Blog - Interessante: o governo Rosalba Ciarlini (PP) não consegue fazer aquisição de insumos básicos à Saúde com dispensa de licitação, apesar da urgência urgentíssima do caso, mas já realizou duas dispensas de licitações no espaço de seis meses, para a limpeza urbana, no valor superior a 28 milhões, sob a justificativa de sua “importância”. A Saúde, não?

Mossoró é um caso perdido. Quem quiser que insista e teime. Terra da impunidade no trato da coisa pública.

Leia também: Rosalba pagará mais de R$ 28 milhões à empresa sem licitação AQUI;

Via: Blog Carlos santos

Nota do Blogue Claudio Oliveira: ISSO É UMA VERGONHA. Desrespeito com o povo mossoroense, senhora prefeita!.

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE