[Notícias][6]

"JUSTIÇA"
"PREFEITÁVEL"
"Religião e Política"
´Polícia
2014
Ação Social
acidente
Advogado(s)
AGENDA DE HENRIQUE ALVES
AGENDA DOS CANDIDATOS
Agricultura
ANIVERSARIANTE DO DIA
Apodí
Aposentados
Aposentados...
Artísta
Artístas
Assalto(s)
Assu
Ator
Atriz
Bancos
Bancos/Financeiras
BELEZAS
BLO
Blogueiro
BRASIL
Brasília
Câmara dos Deputados
Câmara e Senado
CAMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL/SENADO FEDERAL
Câmara Municipal
CAMPANHA
Cantor
Cantora
cantores
Caraúbas
Carnaval
Celebridades
Chuva
Cidades
Ciência
Comunicação
Comunicado
Concurso Público
Congresso
Consumidor
CONVITE
COPA DO MUNDO/2014
Correios
CORRUPÇÃO
COTIDIANO
crime
Cultura
Curiosidades
Cursos
DADOS
Datas Comemorativas
Debate ao Governo
Debate Presidencial
Defesa Civil
DENÚNCIA
DEPUTADA FEDERAL
Deputado
Deputados Estaduais do RN
Dia a dia...
Dicas
Dilma
Drogas
Economia
Econômia
educação
Educadores
Eleições
Eleições 2014
Eleições 2014/RN
Eleições 2016
Eleições Municipais 2016
Eleições Municipais Segundo Turno
Eleições Presidencial
Eleições Suplementares
Emenda Parlamentar
Emprego
ENQUETE
Ensaio
Esporte
Estatísticas
Evento
EVENTOS
EX DEPUTADO
Ex governador
Ex Ministro
Ex Prefeito(a)
Ex presidente
Facebook
Famosos
Felipe Guerra
Feriados
FESTAS
Forró
Futebol
Gerais no RN
Governador
Governador do RN
Governadores
Governo
Governo do RN
Governo Federal
Greve
Henrique Alves
Humor
Humoristas
Impeachment
Incendio
Incêndio
Industria
Internet
Investigação
IPVA
itaú
ITAÚ/RN
Jogadores
Juiz(a)
JUS
Justiça
JUSTIÇA ELEITORAL
Leilão
Leis
LEVANTAMENTO
LEVANTAMENTO...
LGBT
LIGEIRINHAS...
Loteria
Martins
Médico
MENSALÃO
Ministro
Ministros
MMN
Mossoró
MP/RN
MPF
MPF/RN
MULTINÍVEL-MMN
Mundo
Mundo Animal
Natal
Natureza!
Nordeste
Nota de Esclarecimento.
Nota de Repúdio
Palestra
PATU
Pau dos ferros
Pesquisa
PIS/PASEP
Poder
Poder Legislativo Municipal
POL ROD ESTADUAL DO RN
POL TECNICA
POLICIA
polícia
POLICIA AMBIENTAL
POLÍCIA AMBIENTAL
Polícia Civil
Polícia Federal
Polícia Militar
POLICIA MILITAR DO RN
POLÍCIA ROD FEDERAL
POLÍCIAS
POLITICA
política
política do RN
Políticos
Políticos do rn
PREFEITÁVEIS
Prefeito
Prefeito(a)
Prefeitos
Prefeitura
Prefeituras
Presidenta
Presidente
Presidente da República
Presidente da República do Brasil
PRESIDENTE TEMER
Presídio
PRF
Processo Seletivo
Protesto
Protestos
Protestos...
PUBLICIDADES
Redes Sociais
Religião
Revista
Riacho da Cruz
Rodolfo Fernandes
Rosalba Ciarlini
Salário
Saúde
Saúde Pública
Seca
Secretário de Saúde
Secretário(a) de SPRN
Segurança Pública
Segurança Pública RN
Senado Federal
Senador
Senador(a)
Servidores do estado do RN
Servidores Federais
Servidores municipais
Severiano Melo
SOCIAL
STF
Taboleiro Grande
Tecnologia
Televisão
Trabalhador
Tragédia
Umarizal
vereador(a)
VEREADORES
Vestibular
Vice governador
Vice Presidente da República do Brasil
Vice-Prefeito(a)
VÍDEO
Violência

Imóvel de R$ 3,5 milhões vai garantir pagamento de dívidas da fábrica de cimento

Sede da Procuradoria Regional do Trabalho em Mossoró
A Justiça do Trabalho em Mossoró homologou a venda de um imóvel no valor de R$ 3,5 milhões da empresa Itapetinga Agroindustrial S/A, conforme acordo judicial celebrado em ação civil pública, para pagamento de salários atrasados e outras verbas trabalhistas de seus empregados.

A medida decorre de iniciativa do Procuradoria do Trabalho no Município de Mossoró, que ajuizou, em junho deste ano, ação cautelar, e posteriormente ação civil pública contra a empresa, em decorrência de denúncias que davam conta de que a Itapetinga atrasa salários desde 2015, e que seus gestores estariam fazendo retiradas de grandes valores da empresa, apesar dos atrasos salariais.

A denúncia que chegou ao MPT noticiava, além disso, que todos os trabalhadores estavam em férias e que só recebiam salários cerca de dois ou três meses depois do previsto. Por outro lado, que não estaria havendo repasse do FGTS, e que várias empresas do grupo haviam fechado, sendo que nenhuma delas havia pago as verbas rescisórias dos demitidos. Por fim, a denúncia relatava que o dono da empresa estaria fazendo diariamente retiradas de 15% do faturamento, mesmo com os salários dos funcionários atrasados. A prática de atrasar salários, aliás, é comum desde 2015.

Em audiência administrativa realizada no MPT em 25 de maio, a empresa confirmou as informações prestadas durante a inspeção do MPT, que registrou uma série de irregularidades, tais como atraso nos salários do pessoal de gestão e de engenharia em três competências, ausência de previsão ou cronograma de pagamento e atrasos salarias dos trabalhadores operacionais. Como exemplo, a fiscalização flagrou que, em maio, apenas 51% da força de trabalho operacional teve os salários pagos.

O procurador do Trabalho que assina a ação, Afonso de Paula Pinheiro Rocha, explica que a medida cautelar teve como base um inquérito civil, no qual o MPT apurou que múltiplas ações civis públicas e inquéritos civis estão em curso em todo o Brasil contra o grupo econômico que controla a Itapetinga, tratando, dentre outros temas, de dispensas em massa efetuadas sem o pagamento de verbas rescisórias a centenas de trabalhadores.

Na liminar, o Ministério Público do Trabalho pediu que a empresa se abstivesse de retirar parcelas ou percentuais do faturamento, seja para retirada de sócios, seja para repasse à outras empresas do grupo, até que regularizasse a integralidade do pagamento de salários e demais verbas trabalhistas. Além disso, que fosse determinado o arresto e bloqueio de todos os bens imóveis da empresa no estado do RN, sendo expedidos mandados aos registros imobiliários para a indisponibilidade, entre outras medidas.

Acordo – A questão salarial foi resolvida provisoriamente em audiência no último dia 25 de outubro, quando ficou acordada a venda de um imóvel que faz parte do patrimônio da empresa, no valor de R$ 3,5 milhões, para o Hospital Wilson Rosado. Ficou ajustado também que o adquirente deverá depositar o valor integral do bem em juízo no prazo de sete dias. Os valores serão destinados a quitar o débito salarial da empresa com seus trabalhadores, já que seus bens já estavam bloqueados judicialmente.

Processo 0000793-03.2017.5.21.0011 (3ª Vara do Trabalho de Mossoró).
Via: De Fato

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE