[Notícias][6]

Governador sem apoio Parlamentares do RN estão “de camarote” torcendo para o pior, diz empresário

José Aldenir / Agora Imagens
Segundo ele, crise não é culpa do governador Robinson Faria (PSD)Redação

O empresário Renato Cunha Lima publicou um desabafo em seu perfil no Facebook na manhã deste sábado, 23, em que saiu em defesa do governador Robinson Faria (PSD) e criticou deputados e senadores do Rio Grande do Norte que, segundo ele, “estão de camarote assistindo e torcendo” pelo agravamento da crise generalizada que o estado enfrenta.

Na opinião de Renato, que atualmente coordena o Conselho Metropolitano, órgão ligado à Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças (Seplan) dedicado à discussão de assuntos da Grande Natal, a “torcida” dos parlamentares está relacionada à disputa pelo Governo do Estado nas eleições de 2018.

Renato Cunha Lima isentou o governador de responsabilidade total pelo momento de dificuldade econômica e creditou a outros governos a implementação de medidas que prejudicaram a saúde financeira do estado. O empresário criticou, por exemplo, o reajuste no repasse dos duodécimos para os demais poderes. “Não foi Robinson quem aumentou (…), mas foi este governo quem ajuizou no CNJ e no STF ação para que os poderes devolvam os recursos que receberam a mais ao longo dos anos” (sic), destacou.


Empresário Renato Cunha Lima – Foto: Blog Ponto de Vista/Reprodução
Ainda segundo o coordenador do Conselho Metropolitano da Seplan, o déficit na previdência estadual também não foi gerado no atual governo. “Mas sim o trem da alegria há décadas atrás com pessoas ingressando sem concurso em diversos órgãos como efetivos e os planos de cargos e salários irresponsáveis e eleitoreiros do passado” (sic), critica.

No desabafo, o empresário elenca, por outro lado, medidas adotadas pela atual gestão para aliviar o caixa previdenciário. Ele destaca o envio para a Assembleia Legislativa de projetos que aumentam a alíquota de contribuição previdenciária de 11% para 14% e estipulam um teto de gastos para o governo.

“Não é Robinson o pai dessa crise, na verdade, me parece que os culpados estão caladinhos se escondendo, na moita vendo o circo pegar fogo e adorando a população detonar o atual governador”, continua.

O texto publicado no Facebook também ressalta o esforço da gestão para viabilizar, junto ao Governo Federal, a destinação de recursos emergenciais para o Estado que serviriam para amenizar os efeitos da crise. Paralelamente, ele insinua que há agentes atuando para dificultar a liberação da verba.

“Quem está por trás, depois de tudo encaminhado para a medida provisória que liberaria 600 milhões, do parecer do Sr procurador do TCU recomendando e ameaçando o Presidente e o Governador para impedir que os recursos cheguem?” (sic), questiona, se referindo à recomendação assinada pelo procurador Júlio Marcelo de Oliveira, do Ministério Público de Contas junto ao Tribunal de Contas da União (MPC-TCU), que pede a suspensão da transferência.

Confira o desabafo na íntegra:


“No Rio Grande do Norte o Governador vem apanhando sozinho a respeito da crise financeira, mas ele e Fábio Faria são os únicos que estão na luta pra a vinda de recursos federais para o Estado, os demais, Senadores e Deputados, estão na verdade de camarote assistindo e torcendo para o pior, todos urubus escrotos de olho na carniça eleitoral de 2018. Hoje a rejeição a Robinson é grande, mas quando o povo entender que só ele está brigando para sanear as finanças do Estado de problemas que não foram gerados por ele as coisas mudarão.

Não foi Robinson quem aumentou repasses do duodécimo para os poderes, mas foi este governo quem ajuizou no CNJ e STF ação para que os poderes devolvam os recursos que receberam a mais ao longo dos anos.

Não foi Robinson quem provocou o rombo da previdência, com 12 mil servidores se aposentando nos últimos dois anos e fazendo com que hoje tenhamos 50 mil aposentados e pensionistas para 52 mil servidores na ativa, gerando hoje um rombo de 1,7 bilhão por ano, mas sim o trem da alegria há décadas atrás com pessoas ingressando sem concurso em diversos órgãos como efetivos e os planos de cargos e salários irresponsáveis e eleitoreiros do passado.

Pelo contrário, foi este governo quem apresentou projeto de previdência complementar, de reajuste na alíquota da contribuição e de teto do gasto, nenhum deles debatido e aprovado ainda pela assembleia.

Não foi Robinson quem saiu construindo obras faraônicas como a Arena das Dunas deixando uma dívida milionária para o erário público, mas foi este governo que conseguiu na justiça diminuir os repasses mensais e ainda diminuir os valores depositados no fundo garantidor.

Não é Robinson o pai dessa crise, na verdade me parece que os culpados estão caladinhos se escondendo, na moita vendo o circo pegar fogo e adorando a população detonar o atual governador.

Por fim, questiono quem está em Brasília em audiências com Ministros e o Presidente da República no intuito de conseguir uma inédita ajuda financeira para este pobre Estado da República?

Quem está por trás, depois de tudo encaminhado para a medida provisória que liberaria 600 milhões, do parecer do Sr procurador do TCU recomendando e ameaçando o Presidente e o Governador para impedir que os recursos cheguem?

A quem interessa que o circo pegue fogo e milhares de pessoas continuem sem receber salários?

Quando o povo acordar para a realidade verá que não temos um vilão, mas uma quadrilha de imundos urubus e que neste circo incendiado o único que vem tentando alguma coisa é tratado por estes como o palhaço que vai se queimar sozinho, as coisas vão começar a mudar.

Minha solidariedade ao Governador Robinson!

Renato Cunha Lima”
Agora RN

Nota do Blogue Claudio Oliveira: Será realmente a culpa só do atual governador ou dos demais governadores que governaram o RN, antes de Robinson Farias?

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE