[Notícias][6]

Um dos maiores fornecedores de cocaína do Brasil é transferido para Mossoró

Traficante Jarvis Pavão no momento que estava saindo do Paraguai para o Brasil
O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) informa que o traficante brasileiro Jarvis Chimenes Pavão, extraditado do Paraguai para o Brasil, nesta quinta-feira (28), já se encontra no presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Ele deu entrada às 17h (horário de Brasília). A autorização para inclusão dele no sistema penitenciário federal foi dada pelo juiz corregedor federal da unidade prisional.

No Brasil, ele irá cumprir pena de 17 anos e oito meses de reclusão a que foi condenado no Brasil pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Sua extradição foi solicitada pelo Juízo da Vara Criminal de Balneário Camboriú (SC), responsável pela condenação.

Jarvis Pavão, apontado pela polícia com um dos maiores fornecedores de cocaína do Brasil. O traficante nasceu em Ponta Porã (MS), na fronteira do Brasil com o Paraguai. Ele estava preso no país vizinho, onde foi condenado, em 2009, a oito anos de prisão. Essa pena acabou e, por isso, a extradição para o Brasil, onde ele tem que cumprir 17 anos de prisão por tráfico internacional de drogas.

Pavão também é investigado pelo assassinato de outro traficante brasileiro, Jorge Rafaat, em junho de 2016, em Pedro Juan Caballero, na fronteira com o Brasil. Rafaat sofreu uma emboscada e foi morto com tiros de uma metralhadora de guerra. A morte teria sido parte da disputa pelo controle tanto da venda como da produção de drogas na região.

De Fato

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE