[Notícias][6]

Em 15 dias de paralisação policial, RN chega a 100 crimes violentos intencionais Alegando falta de condições e equipamentos para trabalhar, e atrasos salariais, as polícias militar, civil e os bombeiros estão sem patrulhar as ruas do estado desde o dia 19 de dezembro

José Aldenir / Agora Imagens
No dia 31 de dezembro, um homem foi executado no bairro das Quintas

O Rio Grande do Norte somou, nos 15 dias em que a força policial esteve aquartelada e as ruas do estado desprotegidas, 100 crimes violentos letais intencionais – dentre homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de mortes. O levantamento foi realizado pelo Observatório da Violência Letal Intencional do Rio Grande do Norte (Obvio).
Alegando falta de condições de trabalho e atrasos salariais, as polícias militares, civil e os bombeiros estão sem patrulhar as ruas do estado desde o dia 19 de dezembro. O resultado obtido pelo Obvio, somando apenas os crimes realizados em 2017 (98) representa um aumento de 28,21% se comparado a 2016. No começo deste ano, apenas duas ocorrências foram registradas (ambas no dia 1º de janeiro), resultado. Atualmente, a única proteção oferecida à população potiguar vem dos agentes das Forças Armadas e Força Nacional.
O pico da violência se deu no dia 29 de dezembro, quando foram contabilizados 18 crimes letais intencionais; já o dia “mais calmo” até o momento é exatamente esta terça-feira 2 – nenhum registro obtido. Confira abaixo o levantamento realizado pelo Obvio, que também faz comparação com o ano de 2015.
Agora RN

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE