[Notícias][6]

"JUSTIÇA"
"PREFEITÁVEL"
"Religião e Política"
´Polícia
2014
Ação Social
acidente
Advogado(s)
AGENDA DE HENRIQUE ALVES
AGENDA DOS CANDIDATOS
Agricultura
ANIVERSARIANTE DO DIA
Apodí
Aposentados
Aposentados...
Artísta
Artístas
Assalto(s)
Assu
Ator
Atriz
Bancos
Bancos/Financeiras
BELEZAS
BLO
Blogueiro
BRASIL
Brasília
Câmara dos Deputados
Câmara e Senado
CAMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL
CÂMARA FEDERAL/SENADO FEDERAL
Câmara Municipal
CAMPANHA
Cantor
Cantora
cantores
Caraúbas
Carnaval
Celebridades
Chuva
Cidades
Ciência
Comunicação
Comunicado
Concurso Público
Congresso
Consumidor
CONVITE
COPA DO MUNDO/2014
Correios
CORRUPÇÃO
COTIDIANO
crime
Cultura
Curiosidades
Cursos
DADOS
Datas Comemorativas
Debate ao Governo
Debate Presidencial
Defesa Civil
DENÚNCIA
DEPUTADA FEDERAL
Deputado
Deputados Estaduais do RN
Dia a dia...
Dicas
Dilma
Drogas
Economia
Econômia
educação
Educadores
Eleições
Eleições 2014
Eleições 2014/RN
Eleições 2016
Eleições Municipais 2016
Eleições Municipais Segundo Turno
Eleições Presidencial
Eleições Suplementares
Emenda Parlamentar
Emprego
ENQUETE
Ensaio
Esporte
Estatísticas
Evento
EVENTOS
EX DEPUTADO
Ex governador
Ex Ministro
Ex Prefeito(a)
Ex presidente
Facebook
Famosos
Felipe Guerra
Feriados
FESTAS
Forró
Futebol
Gerais no RN
Governador
Governador do RN
Governadores
Governo
Governo do RN
Governo Federal
Greve
Henrique Alves
Humor
Humoristas
Impeachment
Incendio
Incêndio
Industria
Internet
Investigação
IPVA
itaú
ITAÚ/RN
Jogadores
Juiz(a)
JUS
Justiça
JUSTIÇA ELEITORAL
Leilão
Leis
LEVANTAMENTO
LEVANTAMENTO...
LGBT
LIGEIRINHAS...
Loteria
Martins
Médico
MENSALÃO
Ministro
Ministros
MMN
Mossoró
MP/RN
MPF
MPF/RN
MULTINÍVEL-MMN
Mundo
Mundo Animal
Natal
Natureza!
Nordeste
Nota de Esclarecimento.
Nota de Repúdio
Palestra
PATU
Pau dos ferros
Pesquisa
PIS/PASEP
Poder
Poder Legislativo Municipal
POL ROD ESTADUAL DO RN
POL TECNICA
POLICIA
polícia
POLICIA AMBIENTAL
POLÍCIA AMBIENTAL
Polícia Civil
Polícia Federal
Polícia Militar
POLICIA MILITAR DO RN
POLÍCIA ROD FEDERAL
POLÍCIAS
POLITICA
política
política do RN
Políticos
Políticos do rn
PREFEITÁVEIS
Prefeito
Prefeito(a)
Prefeitos
Prefeitura
Prefeituras
Presidenta
Presidente
Presidente da República
Presidente da República do Brasil
PRESIDENTE TEMER
Presídio
PRF
Processo Seletivo
Protesto
Protestos
Protestos...
PUBLICIDADES
Redes Sociais
Religião
Revista
Riacho da Cruz
Rodolfo Fernandes
Rosalba Ciarlini
Salário
Saúde
Saúde Pública
Seca
Secretário de Saúde
Secretário(a) de SPRN
Segurança Pública
Segurança Pública RN
Senado Federal
Senador
Senador(a)
Servidores do estado do RN
Servidores Federais
Servidores municipais
Severiano Melo
SOCIAL
STF
Taboleiro Grande
Tecnologia
Televisão
Trabalhador
Tragédia
Umarizal
vereador(a)
VEREADORES
Vestibular
Vice governador
Vice Presidente da República do Brasil
Vice-Prefeito(a)
VÍDEO
Violência

Em Mossoró, o canteiro de Rosa vira um jardim de impostos num oásis de paciência do povo

Um ano difícil, mas sem maiores desgastes. Essa frase resume bem o ano da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). Mas o desgaste deveria ser muito maior se o povo de Mossoró mantivesse o espírito cidadão dos tempos de Francisco José Junior.

A mídia, via de regra, abandonou o estilo vibrante e fiscalizador do passado recente. Foram poucas denúncias, o povo se manifestou apenas em escassas postagens nas redes sociais.

Nada que se compare com o surto de cidadania do passado. O primeiro ano de governo foi um oásis de paciência.

Isso favoreceu a “Rosa”. Assim ela pôde iniciar o ano pagando o mico do ano anunciando para a amiga Betinha que Mossoró teria voos comerciais. A promessa não se cumpriu e nem era da prefeita, mas do governador.

Rosalba foi poupada.

Na Câmara Municipal ela fez o que quis. Escolheu quem seria governo e oposição bem ao estilo Carlos Augusto Rosado de fazer política. Na casa legislativa fez barba, cabelo e bigode aprovando a taxação de serviços de manicure e cabeleireiros. A base dela jura que não é bem assim.

O Canteiro da Rosa foi regado com muita água via aumentos que chegaram a 300% no IPTU. O povo de Mossoró aceitou resignadamente. Poucas foram as reclamações. A prefeita, claro, disse que não era bem assim e jogou a culpa em Francisco José Junior que encomendou o estudo que proporcionou aumento do tributo.

A passagem de ônibus subiu sem que os usuários fizessem protestos. Não teve pau de arara, só pau em cima de quem não tem transporte particular.

A prefeita foi eleita garantindo que fez e saberia fazer mais. Assumiu o cargo prometendo cortar 50% dos cargos comissionados num decreto que se autodesmentia. Não era bem assim, né? Os cortes excluíam diretores de escolas e unidades básicas de saúde. No fim das contas foram mais de 500 comissionados e nem mesmo ela sabia mais dizer quantos foram nomeados. O Ministério Público questiona o cumprimento do decreto.

A necessária Secretaria Municipal de Cultura foi recriada ampliando os quadros. Tudo bem confuso e não esclarecido. Até aqui a promessa do Rio Branco 2.0 da campanha não foi cumprida. A Praça da Convivência está aos cacos. Sem contar que o Mossoró Cidade Junina foi feito “nas coxas”.

A prefeita ainda suspendeu as cirurgias eletivas por quase todo o ano de 2017 e se viu envolvida num jogo de informação e contrainformação quanto ao número de procedimentos realizados após o retorno do serviço. Isso sem contar que os problemas do antecessor seguiram como a falta de medicamentos e médicos.

Um retrocesso com as digitais da prefeita foi a retirada das cirurgias ortopédicas da UPA do Belo Horizonte. Não teve protesto, mas aconteceu.

O ano se encerrou com o polêmico projeto que prevê a inclusão no SPC e Serasa dos cidadãos que atrasam impostos. A prefeita explica que não é bem assim mais uma vez.

A indústria da multa nunca esteve tão em alta como nesse primeiro ano de gestão. Até multa para quem dirigia “curioso” teve.

Na segurança Rosalba fechou as BICs sem anunciar. Ficou por isso mesmo. Sempre considerei duvidosos os resultados desse serviço, mas o fato é que Mossoró teve 249 homicídios em 2017. Um estouro no recorde anterior que era de 217. A prefeita teve culpa no cartório, mas encerrou o ano com mais um mico “padrão Betinha” tentando dizer que as tropas federais vieram graças a um pedido dela quando na verdade quem solicitou foi o governador Robinson Faria (PSD), única autoridade com prerrogativa constitucional para isso.

De positivo, a folha de pessoal em dia com alguns pagamentos fora do mês trabalhado. Mas alguns servidores alegam que não é bem assim…

As terceirizadas seguiram no destino trágicos de pais de família que passam necessidades. Mas a prefeita anunciou que pagou mais de R$ 20 milhões as empresas. Mas o rombo segue.

A quarta passagem de Rosalba pela Prefeitura de Mossoró é um reencontro com a governadora. O primeiro ano da prova dos nove para saber se ela é a gestora mítica das vacas gordas ou a ineficiente chefe do executivo estadual deixou um saldo negativo. Ela não foi bem.

Quem sabe com o caixa cheio graças ao aumento de impostos e indústria da multa no trânsito a todo vapor traga algum alento a uma gestão que não disse a que veio, ainda.

O canteiro da rosa virou um jardim de impostos no oásis de paciência do eleitor mossoroense.

Por Bruno Barreto (www.blogdobarreto.com.br)
Via: Blog RN Mais

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE