[Notícias][6]

Litro da gasolina nos postos de Mossoró supera os R$ 4,20 por litro

A gasolina em Mossoró é uma das mais caras do Rio Grande do Norte, diz ANPAmina Costa/Da Redação

Os constantes aumentos do preço dos combustíveis estão deixando os consumidores preocupados. Nesta semana, com o último aumento registrado, o preço da gasolina chegou a custar, em média, R$ 4,25 por litro, na maioria dos postos de Mossoró. A variação do preço é bem pequena, não ultrapassando R$ 0,10 por litro.

A gasolina de Mossoró é uma das mais caras do estado, de acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP). No entanto, os números apresentados pela Agência nesta última semana não condizem com a realidade que os consumidores estão vivenciando quando chegam aos postos de combustíveis.

De acordo com a ANP, o preço médio da gasolina em Mossoró é de R$ 4,11 por litro do combustível. No entanto, os consumidores não estão encontrando o combustível por menos de R$ 4,20 nos postos da cidade. O aumento exorbitante que ocorreu nos últimos dias está revoltando os consumidores, que afirmam não ter justificativa para tanto aumento da gasolina.

“Acho abusivo (disse ao ser questionada sobre o que achava sobre o aumento). Temos um dos maiores preços de combustíveis do país e vivemos em constante alteração de preços. Tivemos muitos aumentos nos últimos dias e não sabemos quando isso vai parar. Não existe justificativa plausível para tantos aumentos consecutivos. E a renda do trabalhador não permite ter como prioridade gastar com gasolina”, informou a servidora pública Katiuscia Correia.

Mesmo sendo um dos maiores produtores de petróleo, a gasolina no Rio Grande do Norte é mais cara do que em estados como a Paraíba, onde o litro do combustível custa, em média, R$ 4,00. “É lamentável que no estado que é um dos maiores produtores de petróleo o preço da gasolina seja assustadoramente alto. E percebemos, diante do cenário político atual, que o aumento servirá para pagar os gastos advindos da corrupção e da compra de votos para que o governo ilegítimo aprove a reforma da Previdência”, informou a servidora pública.

O petroleiro Walter Dantas também se mostrou preocupado com o valor da gasolina. Ele informou que nesta terça-feira, 16, pagou R$ 4,45 no litro da gasolina aditivada. O preço da gasolina comum no posto que ele abasteceu estava custando R$ 4,24. Walter Dantas falou que o preço reajustado na bomba de combustível é maior do que o real repasse exigido pelo Governo.

“Sempre que tem aumento na bomba, a gente paga mais por isso. Mas nas semanas que houve redução, esse mesmo percentual não foi refletido para o consumidor final. Ou seja, além de pagar muito caro, ainda existe essa "malandragem" dos donos de postos”, disse.

“O pior é que quando dizem que o preço vai diminuir nas refinarias, essa diminuição não é repassada para o consumidor”, complementou a funcionária pública Katiuscia Correia, que também se mostrou preocupada com o preço dos demais produtos. “Lembrando que o aumento do preço do combustível faz que muitos outros produtos fiquem mais caros. Porque tudo depende de frete, e muitos vêm do Sudeste”, disse.

O petroleiro Walter Dantas disse que, devido o aumento absurdo dos combustíveis, vem buscando alternativas para diminuir os gastos com a gasolina. Ele opta pelo uso da moto na maior parte das situações do dia a dia, uma vez que o veículo é mais econômico do que o carro.

“A opção é tentar usar os meios que se pode para economizar. Já gastamos mais tempo no trânsito devido à mobilidade do carro e até à dificuldade para achar estacionamento, onde se passa mais tempo dirigindo para poder até conseguir parar o carro, o que aumenta o consumo. Nesse sentido, a moto é bem mais econômica”, disse.

De Fato

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE