[Notícias][6]

Sertanejo é processado por calote após não pagar Ferrari de R$ 650 mil



Após comprar uma Ferrari Modena 360 amarela em 2016, no valor de R$ 650 mil, o cantor sertanejo Léo Magalhães está sendo processado por calote. O dono da loja de automóveis “All Motors”, de Goiânia, Edmundo Pedroso, acusa ainda o artista de ter pago o automóvel com cheques sem fundos.


O colunista Léo Dias, do jornal O Dia, divulgou o caso, que tramita na 6ª Vara Cível de Goiânia. “Ele me deu vários cheques e todos voltaram sustados. Eu liberei o recibo do carro em confiança, mas ele não pagou o que me deve”, afirmou o empresário.

Em nota, a assessoria de Léo Magalhães afirmou que a empresa de automóveis tentou vender um carro de alto padrão a um cliente “sem informar que o veículo havia sido batido com danos sérios na parte estrutural”.

O Povo

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE