[Notícias][6]

Afinado com os parceiros políticos de Nilton Figueiredo, Vereador Renato Alves se distancia cada vez mais de Getúlio e Leonardo. Traição?

As movimentações de bastidores que estão acontecendo na política pau-ferrense com vistas às eleições de outubro quase não deixam mais dúvidas: o vereador Renato Alves (DEM) está caminhando apressadamente em direção às suas origens, ou seja: ele estaria retornando aos "braços" do grupo liderado pelo ex-prefeito Dr. Nilton Figueiredo (PMDB), de quem o seu saudoso pai, ex-vereador Assis Bigodão, foi um aliado histórico.No último fim de semana, no mesmo dia em que Renato Alves preparou uma modesta recepção à deputada federal Zenaide Maia (PHS), na Associação Beneficente Firmo Antônio Chaves, inclusive com a presença de vários integrantes do grupo oposicionista local, o ex-prefeito Nilton Figueiredo "bateu o martelo" no que se refere a apoiar a pré-candidata ao Senado Federal no pleito que se aproxima.

Há quem diga que foi o próprio Renato que conduziu todo o processo de aproximação entre o grupo de Dr. Nilton e o da deputada Zenaide, já que o comando das articulações de apoios em torno do nome da pré-candidata do PHS está sob a responsabilidade do vereador do DEM que, ironicamente, indicou alguns membros de sua parentela para ocupar cargos de confiança na gestão do prefeito Leonardo Rêgo (DEM).

Mas, segundo informações, a possível incoerência política visualizada na postura de Renato Alves já teria feito acender a chamada "luz vermelha" no seio do grupo situacionista, haja vista os inúmeros relatos de insatisfações nos bastidores ante a conduta questionável do vereador do DEM que, de forma escancarada, além de agir às claras para prejudicar os parceiros administrativos do gestor municipal, aproxima-se dos principais desafetos de Leonardo Rêgo em solo pau-ferrense.

Diante dos fatos narrados acima, já há quem diga até que o vereador Renato não votará mais no deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM), pai de Leonardo, e o que é pior: pelo que dizem, o edil já teria apalavrado apoio a outro pré-candidato do PR (Jorge do Rosário), porém, ele também estaria sendo assediado pelo deputado Galeno Torquato (PSD), algo que implicaria em um rompimento por completo. Todavia, ainda não temos uma confirmação exata destas informações.

De qualquer forma, pelo que está posto, até o mais leigo em política percebe que o vereador Renato Alves nunca esteve tão próximo do grupo do Ex-prefeito Dr. Nilton quanto agora, algo que, por tabela, o distancia do prefeito Leonardo e do deputado Getúlio.


Pelo que se vê, sob o prisma de alguns situacionistas, "Renato está mais pra lá do que pra cá!"


Aguardemos...

BLOGPOLÍTICAPAUFERRENSE

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE