[Notícias][6]

Dez desembargadores tinham indicações na Assembleia Legislativa, afirma delatora

Resultado de imagem para corrupçãoDentro da relação de beneficiados na estreita relação ente os poderes, segundo a delação de Rita das Mercês, estão as indicações de desembargadores efetivos e aposentados na Assembleia Legislativa. No total, 10 dos membros do Tribunal de Justiça teriam feito diversas indicações para ocupantes de cargos em comissão no Poder Legislativo estadual.Foram eles:
Expedito Ferreira de Souza, com 14 cargos;
Virgílio Macedo, com quatro cargos;
Cláudio Santos, com três cargos;
Dilermando Costa, com um cargo;
João Rebouças, com dois cargos;
Aderson Silvino, com um cargo que também teve o apoio de João Rebouças;
Saraiva Sobrinho, com um cargo;
Amaury Moura, com um cargo;
Osvaldo Cruz, com dois cargos;
Rafael Godeiro, com um cargo;

Na delação, Rita das Mercês afirmou não conhecer qualquer dos indicados e disse não saber se eles realmente trabalhavam na Assembleia Legislativa. Ela disse acreditar que as indicações eram uma estratégia para manter o bom relacionamento entre os poderes.

Todos os nomes dos indicados estão em uma lista, que ela mesmo preparou, mas que não foi apreendida durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão da operação por estarem dentro do carro dela. As planilhas constam os nomes de todas as indicações entre 2006 e 2010 e entre 2011 e 2015, exceto as do ano de 2007, quando foram presidentes Robinson Faria e Ricardo Motta.
Do BG

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE