[Notícias][6]

Brasil x Bélgica: Confronto de amigos que viram rivais na Copa

Willian e Hazard são companheiros de equipe no Chelsea Foto: TONY O'BRIEN / Action Images via ReutersBernardo Mello, Bruno Marinho e Igor Siqueira

KAZAN E SOCHI - Na maior parte do ano, eles dividem o vestiário, fazem piadas uns com os outros e até saem juntos para jantar. Onde joga a maioria dos principais jogadores belgas, lá está um brasileiro. No Brasil x Bélgica desta sexta-feira, o fato de haver uma relação estreia é um ingrediente a mais. Mas em Kazan, é cada um por si. E sem constrangimento. Afinal, trata-se de um importantíssimo confronto entre as seleções dos dois países pelas quartas de final da Copa do Mundo.A Inglaterra concentra mais círculos de companheirismo entre os dois lados. No Chelsea, Willian é quem tem mais proximidade com Eden Hazard, o principal jogador do lado belga do confronto. No time de Londres, também tem o goleiro Courtois.

- Hazard é um dos melhores do mundo. Temos um relacionamento muito bom. Jogamos juntos há cinco anos e pela primeira vez vou enfrentá-lo. É um jogador muito humilde e gosto muito de compartilhar meu dia a dia com ele, de ter um relacionamento no clube. Agora é o momento de cada um defender o seu lado e espero levar a melhor. Eu farei tudo o que for possível para ganhar esse jogo, mas vamos continuar amigos - comentou o meia da seleção brasileira, em coletiva nesta quarta-feira.

Ainda que o apetite de vitória esteja elevado, Willian, ao mesmo tempo, evita menosprezar o adversário. Ao ser perguntado se tinha "denunciado" algum ponto fraco do goleiro belga, ele foi político.

- Eu acho difícil jogar contra o Courtois. Ele é muito bom e alto. Mas nesse momento temos que fazer algo especial para superá-lo. Sabemos de sua qualidade, mas temos que tudo que for possível para vencê-lo - completou o camisa 19 do Brasil.

Atual campeão inglês, o Manchester City é outro reduto de amizade entre belgas e brasileiros. O time treinado por Pep Guardiola conta com o talento de De Bruyne na articulação e, ao mesmo tempo, tem Fernandinho como um dos pilares do meio-campo. Ambos tendem a travar um duelo direto no campo, já que buscam o domínio sobre o mesmo espaço: a área central. No gol, a segurança é dada por Ederson, reserva na seleção brasileira, assim como o lateral-direito Danilo, que também começará as quartas de final no banco.

Além disso, o capitão do City, inclusive, é belga: o zagueiro Kompany. No ataque do Brasil e do time inglês, aparece Gabriel Jesus, camisa 9 do Brasil.

Mas nenhum dos confrontos entre companheiros de time promete ser tão intenso quanto o de Neymar e Meunier. O brasileiro joga pelo lado esquerdo do ataque e a missão de marcá-lo será do lateral-direito belga que joga no Paris Saint-Germain. Meunier, inclusive, admitiu que não tem a menor ideia a respeito da maneira para segurar o camisa 10 do Brasil.

- Ele é muito imprevisível. O Neymar é provavelmente o melhor jogador com quem já joguei. De qualquer forma, vou fazer meu melhor - disse o lateral, que ainda joga ao lado de Thiago Silva e Marquinhos no PSG.

Ainda na Inglaterra, Firmino e o goleiro Mignolet dividem vestiário no Liverpool. Mas a chance desse duelo acontecer é pequena na Copa, já que ambos são reservas nas suas seleções.

O Barcelona completa a lista de clubes que proporcionam uma relação mais próxima entre representantes das seleções de Brasil e Bélgica. Se na equipe de Tite há Coutinho e Paulinho, figuras importantes no meio-campo, o lado de Roberto Martínez tem Vermaelen, costumeiramente às voltas com as lesões e que deve começar o jogo desta sexta-feira no banco.

O placar final é uma incógnita, mas a certeza é que, como Willian falou, a amizade continua.

Do EXTRA

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE