[Notícias][6]

Após novo pênalti defendido, Fábio cobra Tite: ‘Critério e coerência’

Convocado poucas vezes na carreira, goleiro nunca estreou pela seleção brasileira
Por Gazeta Press
access_time23 ago 2018, 08h22


Fábio defendeu cobrança de Luan em empate do Cruzeiro contra o Grêmio (Bruno Haddad/Cruzeiro E. C./Divulgação)

Os últimos quatro pênaltis batidos contra a meta do Cruzeiro pararam nas mãos do goleiro Fábio. Em grande fase, o goleiro garantiu empate em 1 a 1 com o Grêmio, em Porto Alegre, nesta quarta (22), pelo Campeonato Brasileiro, ao defender a cobrança de Luan no fim da partida. Herói do time também na classificação contra o Santos no meio de semana, pela Copa do Brasil, com três cobranças defendidas, ele cobrou o técnico da seleção brasileira, Tite.“A gente não sabe o que acontece, pois o critério não é o mesmo. Seleção é o ápice da carreira de um atleta e, nos últimos anos, poucos conseguiram manter o nível. Passam quatro anos, passam mais quatro anos, e estou aqui ajudando os companheiros e minha equipe. Ajudei para que minha equipe não saísse derrotada”, destacou Fábio.

Aos 37 anos, o goleiro foi poucas vezes convocado para defender a seleção brasileira. Tite nunca o chamou. No passado, foi chamado por Parreira, quando defendia o Vasco, na preparação para a Copa de 2006. Disputou a Copa das Confederações de 2003, a Copa América de 2004 e as Eliminatórias para a Copa. Após o Mundial, foi convocado nas primeiras listas, ainda em 2006, por Dunga, e depois somente em 2011, com Mano Menezes, mas sempre como reserva. Nunca estreou pelo time.


“Espero que possam estar observando com coerência. Já vimos goleiros jogando com 40 ou 42 anos na Itália. Então dá pra jogar sim uma Copa do Mundo”, finalizou Fábio.

VEJA

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE