[Notícias][6]

Bolsonaro promete retirar embaixada da Palestina do Brasil



O candidato à Presidência nas eleições de 2018 pelo PSL, Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira, 7, que, caso seja eleito, ele irá retirar a Embaixada da Palestina do Brasil. Para ele, a representação diplomática não pode existir em Brasília porque “a Palestina não é um país”.“A Palestina não sendo país, não teria embaixada aqui. […] Não pode fazer puxadinho, se não daqui a pouco vai ter uma representação das Farc aqui também”, afirmou Bolsonaro, citando as Forças Revolucionárias da Colômbia, organização paramilitar que atuou por muito tempo na guerrilha da Colômbia.

“A Dilma negociou com a Palestina e não com o povo de lá. Você não negocia com terrorista, então, aquela embaixada do lado do (Palácio do) Planalto, ali não é área para isso”, disse.

Enquanto o Hamas, que governa a Faixa de Gaza, é considerado um grupo terrorista pelos Estados Unidos e União Europeia, o Fatah, que comanda a Cisjordânia e as embaixadas palestinas no mundo, é tido como interlocutor pelas potências ocidentais.

O Brasil reconheceu a Palestina como Estado independente em 2010, seguindo uma política adotada na maioria dos países sul-americanos, dentro da estratégia da Autoridade Palestina de buscar legitimidade internacional para negociar um acordo de paz. As negociações foram interrompidas em 2014. Neste ano, com a transferência da embaixada americana de Tel-Aviv para Jerusalém – por decisão do presidente Donald Trump -, os palestinos deixaram de reconhecer os Estados Unidos como interlocutores no processo.

Estadão Conteúdo

www.blogclaudiooliveira.com

Aqui você fica bem informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE