[Notícias][6]

Flamengo e a lógica cruel dos resultados


Vejam vocês como é ingrato analisar futebol pelos resultados.
Dos nove jogos que o Flamengo tinha para cumprir no mês de agosto, seis deles eram contra Grêmio e Cruzeiro.Dois pelo Brasileiro, dois pela Copa do Brasil e dois pela Libertadores.

Então, vejamos:

Nos duelos com os gaúchos foram um empate, uma derrota fora de casa e uma vitória no Maracanã: teóricos quatro pontos e ao passo adiante na Copa do Brasil, eliminando o campeão da Libertadores de 2017.

E nos embates com os mineiros foram duas vitórias (como mandante e a como visitante) e uma derrota no Maracanã: seis pontos e a eliminação na Libertadores, caindo para o campeão da Copa do Brasil de 2017.

Ou seja: o Flamengo levou a melhor no confronto com o campeão do Continente somando quatro pontos de nove disputados, e perdeu o desafio com o campeão nacional obtendo seis dos nove pontos possíveis.

No jogo desta quarta-feira, no Mineirão, com Vitinho fazendo o papel de centroavante, e Marlos de segundo atacante o time claudicou no início, ofereceu chances para o time de Mano Menezes, mas foi se acertando em campo, produzindo um futebol de bom nível.

Preferia ter visto o time no 4-2-4, com Piris e Cuellar na proteção, e os melhores na linha de quatro ofensiva: Diego, Everton Ribeiro, Paquetá e Vitinho – mas entendi a opção por Marlos na tentativa de impor correria

O Flamengo venceu por 1 a 0, com um gol do zagueiro Leo Duarte, e deixou no campo a impressão de que começa a evoluir, mais acostumado à nova dinâmica de jogo criada a partir da saída de Vinicius Júnior.

EXTRA

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE