Flávio Rocha, ex-presidente da Riachuelo e cuja família controla o grupo Guararapes, desistiu da candidatura à Presidência pelo PRB e se tornou cabo-eleitoral de Jair Bolsonaro (PSL).Não chega a ser surpreendente a adesão de Rocha. Ele estreou na vida pública em 1986, elegendo-se deputado federal pelo PFL no Rio Grande do Norte. Migrou para ao PL e dali saltou para o PRN de Fernando Collor, reelegendo-se deputado em 1990, e foi um dos escudeiros do exótico presidente. Convenham: as coisas fazem sentido. Collor chegou ao governo tendo de criar uma maioria no Congresso e sem saber direito para que lado atirar. Deu no que deu. Rocha quer bis.

Via: RP

0 Comentários