A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com um pedido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o candidato do PT tenha o direito de gravar vídeos e áudios para exibição na propaganda eleitoral em rádio e TV que começa nesta sexta-feira (31).Na petição, os advogados defendem que Lula – preso desde abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba – ainda mantém seus direitos políticos intactos. Para a defesa, a Lei Eleitoral prevê que o candidato do PT pode participar de todos os atos da campanha eleitoral, inclusive o de se apresentar na propaganda de rádio e TV, mesmo estando com seu registro sob exame.

A defesa quer que o TSE assegure, em caráter liminar, o direito de Lula de participar plenamente da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, por meio da gravação de áudios e vídeos. Solicita ainda que o TSE comunique ao Superintendente da Polícia Federal no Estado do Paraná para que este adote as providências logísticas cabíveis, no sentido de permitir a realização das gravações.

Fonte: Último Segundo – iG

0 Comentários