[Notícias][6]

TSE suspende propaganda do PT que acusava Bolsonaro de votar contra lei para deficientes



O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou nesta segunda-feira, 15, a suspensão imediata da veiculação de uma inserção televisiva de Fernando Haddad (PT) que acusava o candidato do PSL à Presidência da República nas eleições 2018, Jair Bolsonaro, de votar contra lei que protege pessoas com deficiência.
“Bolsonaro é deputado há 28 anos e votou contra os mais pobres. Votou contra os direitos dos trabalhadores. Votou contra a lei que protege as pessoas com deficiência. Votou contra os direitos das empregadas domésticas”, dizia a inserção da campanha de Haddad.

De acordo com a defesa do candidato do PSL, a verdade é que Jair Bolsonaro votou apenas contra um destaque do texto proposto, um dispositivo sobre o “respeito à especificidade, à identidade de gênero e à orientação sexual da pessoa com deficiência.” Rafael Moraes Moura, O Estado de S.Paulo

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE