[Notícias][6]

Bolsonaro afirma que saques de ex-assessor são indícios que a Justiça vai analisar

O ex-assessor parlamentar e policial militar Fabrício José Carlos de Queiroz em foto ao lado de Jair Bolsonaro. A imagem foi publicada no perfil do Instagram do ex-auxiliar em 21 de janeiro de 2013 – Reprodução/InstragramO presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que o volume de saques feitos pelo policial militar Fabiano Queiroz, ex-assessor de seu filho Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), é um indício a ser analisado pela Justiça.

Bolsonaro evitou defender de forma enfática o ex-assessor, de quem é amigo há 34 anos. Afirmou que a detecção de movimentação atípica pelo Coaf não configura por si só uma ilegalidade. Mas atribuiu ao policial militar a necessidade de se explicar.

“Eu espero que esse processo, uma vez instaurado, ele se explique. Nada além disso”, disse o presidente eleito após formatura de oficiais na Escola Naval do Rio de Janeiro.

O Coaf apontou que Queiroz teve uma movimentação financeira atípica de R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. O alerta do órgão não se deve apenas ao volume, mas também à forma com que os recursos transitam no sistema financeiro.

O policial militar realizou 176 saques de dinheiro vivo em sua conta em 2016, uma média de um a cada dois dias. Os valores variam de R$ 100 a R$ 14 mil. Italo Nogueira – Folha de São Paulo


Leia maisBolsonaro afirma que saques de ex-assessor são indícios que a Justiça vai analisar

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE