Apesar das cobranças das redes sociais, incluindo as de Jair Bolsonaro (PSL) e seus filhos, com a hashtag “Quem mandou matar Jair Bolsonaro?”, o delegado Rodrigo Morais Fernandes, da Polícia Federal, responsável por apurar o atentado, diz que sua investigação é técnica e está sendo acompanhada pelos próprios advogados do presidente eleito.“Conto com um bom aparato para conduzir a investigação e não há nada que possa ser feito de diferente ou além do que está sendo feito”, diz ele, a cargo da apuração desde 6 de setembro, quando o ataque ocorreu em Juiz de Fora (MG). A facada, que atingiu partes do intestino de Bolsonaro, quase o matou. O presidente eleito ainda carrega uma bolsa de colostomia para coletar gases e fezes e vai retirá-la apenas em janeiro.(mais…)

BlogJS

0 Comentários