Alvinegro potiguar duelará contra time do Maranhão, em jogo único, no dia 07 de março, no estádio Frasqueirão, pela segunda fase da Copa do Brasil. Em caso de empate, a vaga para a terceira fase da competição nacional será decidida nas penalidades máximasMárcio Diogo é o artilheiro do Moto na temporada com quatro gols marcados — Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

O Moto está há dez jogos invicto. Ainda não perdeu nem amistoso em 2019 e ao lado do Vasco está com a série mais longa até o momento em todo o país, considerando jogos deste ano. O time maranhense disputa três competições de forma simultânea. O Vasco foi campeão da Taça Guanabara e passou pelas duas primeiras fases da Copa do Brasil.O Moto É líder com cinco vitórias no Campeonato Maranhense, avançou para a segunda fase da Copa do Brasil e pretende entrar no G-4 da Copa do Nordeste na próxima rodada. O Vasco foi campeão da primeira etapa do Carioca, fez uma rodada da Taça Rio e na Copa do Brasil passou por Juazeirense (com um empate na casa do adversário) e o Serra-ES (2 a 0).

Para a torcida do Moto, uma campanha assim enche de esperança para a sequência da temporada, que ainda vai ter a Série D do Campeonato Brasileiro a partir de maio. O time do técnico Wallace Lemos entra em campo na noite desta terça-feira (26) para enfrentar o São José, pelo Campeonato Maranhense, e pode aumentar esta série. O Vasco volta a jogar no sábado (2), contra o Boa Vista pela segunda rodada da Taça Rio.

O Moto tem cinco vitórias no Campeonato Maranhense, uma na Copa do Brasil (2 a 0 contra o Vitória-BA) e três empates e uma vitória na Copa do Nordeste. Antes de a bola rolar pelas competições, fez dois amistosos contra o River-PI e empatou em Teresina e venceu em São Luís.

Não são só Moto e Vasco que sustentam invencibilidade este ano no país, mas neste momento são os que têm as maiores séries por contabilizar dez jogos sem perder. Os times que mais se aproximam desta marca são Ceará e América-MG. Todos com nove jogos no ano e nenhuma derrota.

O Ceará é o time que tem missões parecidas com a do Moto, por estar no Estadual e nas copas do Brasil e do Nordeste. No Campeonato Cearense, o time já fez quatro jogos, mesmo número pela Copa do Nordeste e jogou uma vez pela Copa do Brasil. O América-MG jogou oito vezes pelo Campeonato Mineiro e uma pela Copa do Brasil.

O Goiás quase igualou a marca atual do Moto, mas foi desclassificado nos pênaltis pelo CRB pela Copa do Brasil, na segunda fase. Antes disto, estava com nove vitórias no ano, sendo oito pelo Campeonato Goiano e um pela Copa do Brasil, na primeira fase.

Grêmio, Cruzeiro e o Toledo-PR também estão com boas campanhas neste começo de ano. Os três jogaram oito vezes em 2019 e não perderam ainda. O Cruzeiro e o Grêmio só jogaram até o momento por seus respectivos campeonatos estaduais, assim como o Toledo, que é o único invicto no Paraná. São oito jogos, com duas vitórias e seis empates. Desses empates, o time conseguiu duas vitórias por pênaltis. A campanha garantiu ao time o título do primeiro turno do Estadual, a Taça Barcímio Sicupira.

Merecem destaque ainda neste levantamento os times com sete jogos realizados no ano e que também não deram o desgosto da derrota aos seus torcedores. Na Paraíba, o time que sustenta este status é Sousa, que jogando apenas o Estadual está com três vitórias e quatro empates. No Mato Grosso, o Cuiabá tem sete jogos, seis vitórias e um empate. Seis partidas pelo Estadual e uma pela Copa do Brasil. O Brasiliense também chegou a este ponto, mas o empate na Copa do Brasil, contra o CRB, levou o time a desclassificação por força do regulamento. No Estadual, são cinco vitórias e um empate.

Outros times estão com seis jogos sem perder jogando apenas os estaduais. União Rondonópolis e Operário VG, com quatro vitórias e dois empates, pelo Campeonato Mato-Grossense. Em Sergipe, Lagarto e Dorense têm três vitórias e três empates. No Pará, o Paysandu venceu quatro jogos e empatou dois.

No Espírito Santo também tem time invicto. Rio Branco e a Desportiva Ferroviária não perderam no ano ainda. Ambos jogam o Campeonato Capixaba e estão há cinco jogos sem perder. O Rio Branco tem dois empates e três vitórias, enquanto a Desportiva tem três empates e duas vitórias.

A Chapecoense perdeu a invencibilidade no último domingo (24), na derrota por 2 a 0 para o Marcílio Dias, pelo Estadual. Antes, chegou a bater a marca de 11 jogos de invencibilidade nas disputas do Catarinense, Copa do Brasil e Sul-Americana. No entanto, na Sul-Americana, foi desclassificada após dois empates contra o La Calera, do Chile.

Globo Esporte

0 Comentários