A taxa média de desemprego, em 2018, foi a maior dos últimos sete anos em 13 capitais do país, na contramão da média nacional, que caiu de 12,7%, em 2017, para 12,3% no ano passado. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílio (Pnad Contínua), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).As regiões Sudeste e Nordeste apresentaram os maiores índices de desocupação em 2018. O Sul teve a menor taxa, seguido pelo Centro-Oeste, região onde nenhuma das capitais teve avanço do desemprego de 2017 para 2018. Os dados apontam, ainda, que, no 4° trimestre do ano passado, as mulheres tiveram menor nível de ocupação que os homens. O nível de ocupação deles no Brasil foi de 64,3% e o das mulheres, de 45,6%, com destaque para o Norte.


Por outro lado, em 18 estados e no DF, houve recuo dos desempregados em 2018. As quedas ocorreram em Mato Grosso, Tocantins, Minas Gerais, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Espírito Santo, Pernambuco , Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Pará, Amazonas e Acre. As maiores taxas médias anuais entre as unidades da Federação foram: Amapá (20,2%), Alagoas (17,0%), Pernambuco (16,7%) e Sergipe (16,6%). As menores taxas foram observadas em Santa Catarina (6,4%), Mato Grosso do Sul (7,6%) e Mato Grosso (7,9%).

(mais…)
Via: BlogdeAssis

0 Comentários