[Notícias][6]

FÁTIMA BEZERRA: Na oposição era um discurso, mas no governo o discurso é outro



A governadora Fátima Bezerra fez a leitura da mensagem anual na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte nesta quarta-feira (6) e trouxe à tona a versão ‘duas caras’: quando está na oposição tem um discurso, mas quando está na situação a coisa muda completamente.Quando o governo Temer propôs, no final de 2016, a criação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para impor um teto aos gastos públicos, Fátima Bezerra partiu para cima. Afinal, era oposição mesmo com o PT sendo aliado do então PMDB no pleito. Disse que a proposta do Teto dos Gastos iria aumentar o sofrimento da população, que a medida iria piorar a educação no país e foi taxativa ao dizer que a medida era um “exemplo eloquente do pacote de maldades do governo de Michel Temer”.

Na oposição é firme, mas quando passa para o Governo, a situação muda. Passados pouco mais de dois anos, já no posto de governadora, quando precisou sentar na cadeira de chefe do Executivo estadual, tudo ficou relativizado. Anunciou um limite para as despesas do Estado, em moldes semelhantes, e ainda o defendeu de forma eufêmica: “Trata-se, pois, tão somente, de não colocar no orçamento despesas que não possuam lastro”.

Pense numa mudança. Como é bom ser oposição. Ruim mesmo é ser Governo, mas, melhor ainda, é não ser duas caras.



Via: BlogdoBG

www.blogclaudiooliveira.com

O seu portal de notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

FAÇA UMA PESQUISA NO BLOGUE