Fátima Bezerra está sendo mais cruel do que se possa imaginar

A gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) nesses três primeiros meses está sendo bem pior do que se possa imaginar. E não é uma opinião meramente partidária, mas sim de gente que votou nela e depositou total confiança em uma mudança para a saída dessa crise que se encontra o Rio Grande do Norte.E o pilar dessa crise envolve a falta de clareza quanto ao calendário de pagamento dos servidores que está em atraso. Para piorar, Fátima avisa que não vai pagar os salários atrasados tão cedo.

Os servidores ainda aguardam o restante do 13º de 2017, os meses de novembro e dezembro de 2018 e o 13º salário de 2018. A dívida é de quase R$ 1 bilhão.

Sem perspectiva de um futuro melhor, o Estado sofre com a calamidade na saúde pública, com hospitais funcionando à mingua e pacientes se humilhando por um atendimento adequado.

Em Mossoró, por exemplo, o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) está sem realizar exames de tomografia, pois desde o carnaval que o equipamento quebrou. Sem parcerias com outras unidades, os pacientes estão sendo encaminhados para Natal.

Aí é que vem o problema. Apenas uma Ambulância do SAMU está disponível para atender a grande demanda de pacientes que precisam do serviço. Além da falta de estrutura, os enfermos ainda correm risco de vida ao trafegar numa estrada perigosa em uma viagem longa de pouco mais de 3h30 de duração. Inclusive, há relatos de pacientes que não resistiram e morreram na estrada.

As lideranças grevistas da saúde lavaram as mãos quanto à greve. Acredita-se, por pessoas ligadas ao sindicato, que o fim da greve sem nenhuma resposta quanto aos pagamentos atrasados, seria uma forma do movimento aliviar para o lado da governadora petista. A decisão não agradou a todos os servidores da saúde.

Enquanto o povo sofre, Fátima e uma cambada de governadores socialistas e Lulo/petistas se blindam do restante do país, transformando a região num curral ideológico e partidário com viés de esquerda numa clara demonstração de rebeldia infantil.

Não precisará muito tempo para Fátima assumir o posto de pior governadora da história do Rio Grande do Norte, hoje ocupados por Rosalba Ciarlini e Robinson Faria. Seria esse o começo de uma tragédia anunciada?

BlogIsmaelSousa

0 Comentários