Em encontro com jornalistas, presidente diz que general Juarez Aparecido de Paula Cunha agiu como "sindicalista"
Por Da Redação
access_time14 jun 2019, 11h45 - Publicado em 14 jun 2019, 11h38more_horiz

O presidente da República, Jair Bolsonaro, concede entrevista para o Jornal La Nación, em Brasília (DF) - 02/06/2019 (Marcos Corrêa/PR)
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou na manhã desta sexta-feira, 14, que vai demitir o presidente dos Correios general Juarez Aparecido de Paula Cunha.

Em um café da manhã com jornalistas, o presidente da República afirmou que Cunha “foi ao Congresso e agiu como sindicalista”, em referência à participação do militar em um ato em que fez críticas à privatização da estatal.

De acordo com O Estado de S. Paulo, Bolsonaro afirmou que convidou o general Santos Cruz para ocupar a vaga, mas adiantou que não tem o nome do substituto.

DA VEJA

0 Comentários