Na tarde desta sexta-feira (12), Policiais Civis da delegacia Municipal de Pau dos Ferros, identificaram e prenderam AURIZON DA SILVA PINTO, que estava com mandado de prisão em aberto no Estado do Ceará, por ter assassinado uma pessoa e desde então, há 17 anos, o acusado vivia feito andarilho em várias cidades do Brasil. Ano passado, AURIZON veio morar em Pau dos Ferros e para sobreviver juntava latinha e pedia ajuda no centro da cidade. AURIZON usou o Registro de Nascimento de uma outra pessoa para adquirir todos os documentos novos e assumiu a identidade de RAIMUNDO ERIVANALDO CAVALCANTE DE LIMA, despistando a polícia nas cidades que morou. Em Pau dos Ferros, AURIZON não teve a mesma sorte. Os policiais civis desconfiaram quando passaram a questionar a idade de AURIZON que dizia possuir uma idade diferente da pessoa que ele havia assumido a identidade. Segundo o delegado regional de Pau dos ferros, Andson Rodrigo, "dada a incoerência de informações, os policiais pediram auxílio aos sistemas de identificação da PEFOCE, do ITEP/RN e da Polícia Federal, e através da análise papiloscópica de AURIZON ficou evidenciado que AURIZON e RAIMUNDO possuíam as mesmas digitais". Descoberto e com mandado de prisão em aberto, AURIZON contou que era foragido da justiça do Ceará pelos crimes de homicídio, estupro e furto, mas que há 17 anos vivia feito andarilho em várias cidades do Brasil, usando os documentos de uma outra pessoa. AURIZON foi autuado em flagrante nos Artigo 304 c/c Artigo 297, ambos do Código Penal, pelo uso de documento falso. AURIZON foi entregue ao sistema penitenciário para ficar à disposição da justiça.

Cidadao_190

0 Comentários