O texto-base da reforma da Previdência é aprovada em 1º turno na Câmara com 379 favoráveis e 131 contrários. O placar superou com folga o mínimo exigido e até a expecativa do governo.Para que a reforma da Previdência fosse aprovada, seriam necessários pelo menos 308 votos, ou 60% do total. Até o início da sessão de hoje, o Governo contabilizava cerca de 330 votos. O resultado superou com folga as expectativas.

O texto passará agora por uma por nova análise da Casa em segundo turno, o que pode acontecer ainda nesta semana. Após isso, segue para o Senado, que deve se debruçar sobre o tema a partir de agosto, na volta do recesso, com novas discussões nas comissões e novas votações em dois turnos pelo Plenário.

BG

0 Comentários