O empresário Eike Batista (Felipe Dana/AP)

O empresário Eike Batista foi preso na manhã desta quinta-feira 8 em operação da Lava Jato no Rio de Janeiro. Dois mandados de prisão, expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, são cumpridos pela Polícia Federal na cidade, além de quatro de busca e apreensão.A ordem de prisão contra Eike é temporária (tem o prazo máximo de cinco dias, podendo ser renovada). Nova fase da Lava Jato, a Operação Segredo de Midas busca provas relativas à manipulação do mercado de capitais e à lavagem de dinheiro.


Eike, que chegou a ser o homem mais rico do Brasil, foi preso pela primeira vez em 2017, por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Ele permaneceu detido por cerca de três meses, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, até seguir para prisão domiciliar por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes.

Veja online

0 Comentários