O motivo é a falta de repasses.



A dívida é de R$ 2.014.883,40 (dois milhões, quatorze mil, oitocentos e oitenta e três reais e quarenta centavos), sendo 40% desse valor de responsabilidade da Prefeitura de Mossoró e 60% do Governo do RN. 
A Prefeitura ainda acumula entorno de R$ 3 milhões de dívidas, referentes a procedimentos cirúrgicos eletivos feitos em 2018.

A unidade hospitalar pode paralisar as demais cirurgias eletivas (gerais e ortopédicas), caso não haja repasse desses valores em atraso.

É o retrato da sofrida saúde pública de Mossoró.
Saulo Vale

0 Comentários