Uma decisão judicial polêmica acabou colocando Gitã Duarte Ferro como mais novo integrante da Polícia Militar do Maranhão.
O referido já foi preso diversas vezes, nas primeiras vezes acusado de traficar e por último de ser o líder de uma quadrilha responsável por fraudes no concurso da Polícia Militar do Piauí.
Na época, o responsável pela gráfica confirmou que recebeu dinheiro de Gitã e repassou a prova “por amizade”, o que acabou resultando na prisão de Gitã em São Luís.

Agora, o acusado pelos crimes conseguiu na justiça uma liminar que o permite se vincular ao curso de formação da PM Maranhão e posterior nomeação.

A Cidade de Verdade

0 Comentários