A viatura do 12° BPM composta pelo Cabo Élcio e Sd Nogueira foram acionados pelo CIOSP para a Rua Primeiro de Maio no grande Alto de São Manoel, por uma mãe de 57 anos estaria sendo espancada e aflita pedindo socorro. Chegando ao local constataram a informação. E o pior que o agressor era seu próprio filho, usando tornozeleira eletrônica.
Ele inclusive segundo os policiais resistiu à prisão. Aos policiais a mãe relatou que já não aguentava mais apanhar do filho que é usuário e devido a falta de dinheiro para bancar o seu vício, as agressões era constante. "Não aguento mais apanhar" disse ela aos policiais.
O acusado identificado como Themmyson Márcio de Brito Cavalcanti, 31 anos foi conduzido para a DEA (Delegacia de Atendimento à Mulher) no bairro Nova Betânia, onde a Dra. Cristiane Magalhães autuou ele pela lei Maria da Penha e resistência à prisão fazendo com que ele retorne ao regime fechado para o cumprimento de sua prisão com agravante agora. A vítima a senhora Francisca de Brito Cavalcanti passou pelo ITEP para exames de corpo delito.

BlogPassandonaHora

0 Comentários