Mesmo num ano sem eleição, 35 partidos políticos receberam R$ 106 milhões de doação de particulares.O dinheiro não foi destinado diretamente a campanhas eleitorais, mas, sim aos caixas das legendas que receberam, ainda R$ 889 milhões do Fundo Partidário.

Os partidos estão proibidos de receberem doações de empresas mas a doação de pessoa física é permitida. Permitida por lei essa doação não gera nenhuma dedução de imposto para o doador.

Do Rio Grande do Norte, o maior doador foi o empresário Flávio Rocha (Lojas Riachuelo). Ele doou R$ 1 milhão e a verba foi dividida: R$ 570 mil ao PODEMOS e R$ 430 ao REPUBLICANOS.

Roda Viva

0 Comentários