Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destaca nesta quinta-feira(24) fotos e vídeos que começaram a circular nas redes sociais nessa quarta-feira (23) que deram princípio a uma investigação do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema). As imagens mostram pessoas posando com dois tubarões-martelo, aparentemente mortos, que teriam sido pescados em Macau, na Costa Branca potiguar.


O problema é que a espécie está ameaçada de extinção, tendo um dos maiores declínios populacionais no país. O caso registrado teria ocorrido na praia de Diogo Lopes, localidade inserida na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Ponta do Tubarão. A prática, portanto, poderia ser um crime ambiental. Veja reportagem completa com vídeo AQUI.

BlogdoBG

0 Comentários