Um homem foi preso nesta quarta-feira (18) suspeito de ter se juntado a um primo, que é vereador da cidade de Serra do Mel, no Oeste potiguar, para praticar um assassinato. Segundo a polícia, os dois chegaram a atirar na vítima, que sobreviveu ao atentado. O motivo seria vingança. O parlamentar também está envolvido no processo e é considerado foragido.

A prisão aconteceu em Macau, onde também foi praticado o crime. Bergson Moura Nogueira de Medeiros se apresentou voluntariamente na delegacia da cidade, pois havia contra ele um mandado de prisão em aberto.

De acordo com o delegado Dr Sandro, Bergson Moura e o vereador Eney Moura Pereira são suspeitos de terem tentado matar Caius Gracus Veríssimo de Oliveira no dia 26 de outubro deste ano, no povoado Alcanorte, zona rural do município macauense.

No dia do atentado, foi encontrado, nas proximidades do local, um veículo abandonado pertencente a Bergson Moura. A partir dessa informação, a polícia chegou ao segundo suspeito, o vereador Eney Moura.

Os investigadores afirmam que a motivação da tentativa de homicídio pode ter sido uma vingança pela morte do irmão de Eney Moura, o comerciante Élio Pereira de Moura. (RELEMBRE AQUI). o crime ocorreu na cidade de Pendências.

“Uma possível vingança contra Caius Gracus, diante da suspeita de envolvimento dele no homicídio. Élio Pereira foi morto no dia 16 de junho deste ano, na cidade de Pendências” complementou a Polícia Civil em nota.

Focoelho

0 Comentários