Crédito da foto: Extraída do O CâmeraA cidade registrou até a manhã desta segunda-feira, 2, 198 homicídios


Levantamento do Observatório da Violência Letal do Rio Grande do Norte (OBVIO) e obtido pelo DE FATO.COM mostra que três bairros de Mossoró e a Zona Rural concentram 40% dos homicídios em 2019. Até a manhã desta segunda-feira, 2, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte registrou 198 mortes violentas.

De acordo com o instituto, a zona rural registrou 23 assassinatos. Já o Abolição (compreende os conjuntos 1, 2, 3, 4 e o Alfredo Simonetti, conhecido como Abolição 5, Aeroporto e Belo Horizonte registraram 19, cada.

Mesmo no topo, a zona rural mossoroense teve queda no número de homicídios em relação ao mesmo período do ano anterior. Em 2018, ocorreram 29 assassinatos. A redução foi de pouco mais de 20%. Dos três bairros citados, outro que teve reduziu os homicídios foi o Belo Horizonte. O bairro havia registrado 43 mortes violentas no mesmo período. Queda de quase 56%.



Já o Aeroporto e o Abolição registraram alta em comparação a 2018. O primeiro teve aumento de quase 73% em relação a 2018. Foram 43 homicídios no mesmo período do ano passado contra 19 nesse ano. No segundo a alta ficou em 35%. Em 2018, foram registrados 14 CVLIs.

Outros seis bairros tiveram dez ou mais homicídios no ano. O Dom Jaime Câmara registrou 13 assassinatos. O Presidente Costa Silva teve 12 no mesmo período. Santo Antônio, Alto de São Manoel e Planalto 13 de maio registraram, cada, 10 assassinatos. O Centro da cidade finaliza a lista com 10 homicídios.

Nove bairros registram menos homicídios em relação a 2018

O levantamento do OBVIO aponta ainda que nove bairros de Mossoró teve menos homicídios em relação ao ano passado.

O líder neste quesito foi o Alto da Conceição. Neste ano houve apenas dois assassinatos no bairro contra 10 no mesmo período do ano passado. Queda de mais de 83%. O Nova Vida teve queda de 80%. Entre janeiro e os dois primeiros dias de dezembro, aconteceu somente um homicídio na localidade contra cinco em 2018.

O Boa Vista vem logo em seguida. O bairro conseguiu reduzir em pouco mais de 76% o número de homicídios. Foram 13 em 2018 contra apenas 3 nesse ano. Santo Antônio e Belo Horizonte, bairros já citados acima, também reduziram em mais de 50% o número de homicídios. Paredões (37,5%), Barrocas (28,6%), Zona Rural (20%) e Dom Jaime Câmara (7,1%) fecham a lista.

Setembro continua sendo o mês maios violento do ano em Mossoró

Ainda de acordo com o levantamento do OBVIO, setembro, em números absolutos, continua sendo o mês maios violento do ano na Capital do Oeste. O nono mês de 2019 registrou 25 assassinatos, aumento de 56% em relação a 2018, quando houve 15 mortes violentas no período.



Os meses de maio e outubro vêm logo em seguida, com 23, cada. Proporcionalmente, o quinto mês do ano teve o maior índice em relação ao mesmo mês do ano anterior. Em 2018, maio teve apenas 10 homicídios. Agosto e junho foram os meses que tiveram 20 ou mais homicídios. O primeiro registrou 21 e o segundo 20. Os demais ficaram abaixo de 20.

DE FATO

0 Comentários