Foto: Ilustração/Getty

Uma medida do risco-Brasil voltava a se aproximar nesta quinta-feira de uma mínima em mais de nove anos, numa sessão calma nos mercados financeiros globais diante da leitura de desescalada na crise entre Estados Unidos e Irã.O Credit Default Swap (CDS) de cinco anos caía a 97,04 pontos-base nesta tarde, ante 97,34 pontos-base da véspera.

É a segunda leitura mais baixa desde novembro de 2010. A menor ocorreu em 17 de dezembro do ano passado (96,8 pontos-base).

Em 8 de novembro de 2010, o CDS fechou a 96,59 pontos-base.

No acumulado de 2020, essa medida de risco cai 2,07 pontos-base (ou 2,1%), depois de ter caído quase 52% em 2019, ajudado pelo otimismo com a agenda de reformas no Brasil e pela melhora no sentimento global depois de EUA e China alcançarem a fase 1 de um acordo comercial.

Exame

0 Comentários