Fora do radicalismo pregado pelo seu partido, o PT, a governadora Fátima Bezerra sabe que, no cargo que exerce hoje, tem que estar acima do que diz a ideologia partidária.
E mesmo até então adversária ferrenha do ex-deputado Rogério Marinho, entendeu que agora ele é ministro de estado, e ela como governadora não pode e não deve colocar o Rio Grande do Norte como inimiga do governo federal.A governadora do PT botou o partidarismo de lado e parabenizou Rogério pela nomeação como ministro do Desenvolvimento Regional.






Bem que Fátima e Rogério poderiam se desarmar juntos.

Ela indo à posse dele, e ele acelerando a audiência já agendada da governadora no Ministério agora ocupado por ele.

Gesto conjunto em nome do Rio Grande do Norte.

ThaísaGalvão.

0 Comentários